Identidade e Design Editorial

Edições Colibri




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Deparei-me com o projeto de design gráfico global para a Editora Colibri; constituído por dois universos em relação, por um lado o desenvolvimento da identidade visual da própria organização empresarial (editora, artes gráficas, livraria), por outro lado a construção de uma coerência editorial, na definição de um panorama visual para o design gráfico das várias coleções da casa editorial em epígrafe. ¶ De um modo extremamente meticuloso, Raquel Gil Ferreira definiu a linha gráfica da editora criando uma clara fonteira entre capas de grande sobriedade, elegância, e capas mais expansivas na sua interpretação dos conteúdos. Contudo, o que ressalta claramente é continuidade, que ainda assim é percetível no conjunto, um aspeto difícil de atingir, que aqui se apresenta de modo exemplar, assumindo de modo cristalino o papel do designer gráfico enquanto mediador. ¶ [JORGE DOS REIS] ********************************************************* O tempo de aprendizagem, e já contamos com mais de 30 anos nesta caminhada, foi tornando evidente a necessidade de uma linha gráfica atraente e identificativa dos nossos livros. Linha esta que, a par dos conteúdos literários e/ou científicos, pudesse e possa distinguir esta Editora. (...) Neste sentido, a Raquel Ferreira, pela sua criatividade, dedicação e imbuída deste mesmo espírito, tem contribuído superiormente para a afirmação desta identidade. ¶ [FERNANDO MÃO DE FERRO] ********************************************************* Talvez o fazer do designer se aproxime desta existência – do fazer surgir, pelos meios do ofício, uma ideia que o pensamento, pelos seus próprios meios não poderia formar. (...) A arte é uma maneira de realizar, não uma maneira de pensar. E decerto não existe obra sem projeto, mas o que na obra é obra de arte depende apenas da execução e só na execução se revela. E, talvez por isso, o design das capas que a Raquel Ferreira faz, me deixe sem palavras. Aquelas palavras do fazer ver o que está para além do visível, o não dizível, o que é transcendente, e que no plano – capa e contracapa, lombada e badanas – se faz corpo. ¶ (...) É preciso rodar o livro, ou rodarmos em torno dele (particularidade comum à escultura), exatamente porque há uma unidade, uma continuidade narrativa em que o mistério só será revelado com a visão do todo. ¶ [SÓNIA RAFAEL]

Índice:

ÍNDICE

NOTA INTRODUTÓRIA

PREFÁCIO

RESUMO

INTRODUÇÃO


PARTE 1 – CARACTERIZAÇÃO DA EDITORA

1. A origem / criação da editora (Edições Colibri)
1.1. Segmentação / nichos de mercado / público-alvo
1.2. Crescimento e desenvolvimento | 3 empresas
1.3. Metodologia de trabalho (articulação das 3 empresas)

2. Tipologia das publicações
2.1. Definição dos principais vectores de publicação (temáticas)
2.2. Origem e continuidade das colecções
2.3. Quantidades referentes aos vários e distintos tipos de livros publicados

3. ‘Publicadora’ mais que editora? | a missão da organização o papel da chancela
3.1. Parcerias (universidades/instituições/municípios) – orçamentos/contingências
3.2. Abrangência geográfica (distribuição)
3.3. Autores (enquanto produtores de conteúdo/clientes), a sua “fidelização”/ permanência

4. O papel do editor – Fernando Mão de Ferro
4.1. Critérios de escolha (selecção / aceitação)
4.2. Escolhas técnicas (orçamentos)

5. Origem do conceito / metáfora por detrás da marca (colibri?)

6. Análise da identidade Edições Colibri (caracterização)

7. Edições Colibri – linha gráfica actual
7.1. Problemas e vantagens de produção por conta própria
7.2. Formatos, materiais, recursos
7.3. Layouts, escolhas tipográficas, hierarquias, critérios de legibilidade etc.
7.3.1. Miolos
7.3.2. Capas

8. A editora – estratégias de gestão e comunicação


PARTE 2 – IDENTIDADE

9. Identidade corporativa e identidade visual
9.1. Marca
9.2. Identidade visual – componentes formais
9.2.1. Logótipos
9.2.2. Símbolos
9.2.3. Tipografia
9.2.4. Cor

10. A organização actual (empresas) – redesign ou reformulação da identidade visual


PARTE 3 – LINHA GRÁFICA

11. Design de capas e design de livros (capa vs. miolo) – coerência visual
11.1. Jan Tschichold, designer de livros | regresso ao tradicional
11.2. O exemplo Penguin – 70 anos de história – linha gráfica

12. Capas


PARTE 4 – DESENVOLVIMENTO PROJECTUAL

13. Sistema de identidade visual da organização
13.1. Nova proposta de identidade visual – pensada para o conjunto
13.1.1. Edições Colibri
13.1.2. Colibri / Artes Gráficas
13.1.3. Azuletras

14. Nova proposta de linha gráfica (capas – reformulação)
14.1. Colecções
14.1.1. Actas do CEL
14.1.2. Estudos Sociológicos
14.1.3. Fórum de Ideias
14.1.4. Estudos Musicológicos
14.1.5. Memórias da Revolução
14.1.6. Ciências da Informação
14.1.7. Tribuna Livre
14.2. Livros extra-colecção | romance e poesia


CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

POSFÁCIO

ANEXO 1 – Breve manual de normas gráficas ‒ Edições Colibri
ANEXO 2 – Processo (logomarcas e estacionário – Construção)
ANEXO 3 – Estacionário ‒ Edições Colibri
ANEXO 4 – Breve manual de normas gráficas Colibri / AG
ANEXO 5 – Portefólio ‒ Linha gráfica ‒ Edições Colibri


* * * * *


AUTORA:

Nasce no Alentejo, em finais da década de 80. A sua infância é vivida em profunda conexão com a natureza, tendo por assídua companhia papéis, tintas, canetas de cores e uma máquina fotográfica.
Com 14 anos, propõe-se a sair do lar para perseguir a certeza de que quer ser designer e ruma para a sede do distrito (Beja) onde ingressa em artes (ensino secundário) e dali para Lisboa para o curso de Design de Comunicação na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.
Ao terminar a Licenciatura (2010), conquista o seu primeiro estágio/Emprego, na Marinha Portuguesa (enquanto civil) de 2010 a 2013. Através dessa experiência, identifica a sua paixão pelo papel e Design Editorial o que a leva a estabelecer-se posteriormente como designer Gráfica/ Editorial na Edições Colibri (2013/2014), onde trabalha actualmente e constrói a sua carreira especializada em torno do livro, mais especificamente no design de capas de livros.
No decorrer da sua actividade profissional, volta "à sua Faculdade" onde ingressa no Mestrado em Práticas Tipográficas e Editoriais Contemporâneas, concluindo o mesmo em 2017 com a dissertação de Mestrado que dá origem a este livro.

Detalhes:

Ano: 2023
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 248
Formato: 23x16
ISBN: 9789895662456
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/04/2024
LORIGA – CONTRIBUTO PARA UM PLANO DE INTERVENÇÃO TURÍSTICA, da autoria de Horácio M. M. de Brito
LANAMENTO: 28 de abril (dom.), às 15H00, no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Loriga. Apresentação: Dr Rogério Figueiredo (Prof. do Ens. Secundário) e Prof.ª Doutora Manuela Mendonça (Presidente da Academia Portuguesa da História)

15/04/2024
POLÍTICAS PÚBLICAS PARA OS ARQUIVOS, da autoria de Maria Perdigão
LANÇAMENTO: dia 15 de Abril 2024 (2.ª feira), às 18h30, Sala C134.A, na Faculdade de Letras de Lisboa, em Lisboa. Apresentação: Carlos Guardado da Silva

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 “Chamadas para a rede fixa nacional (PT), de acordo com o tarifário do utilizador” ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]