A Cons-Ciência da Linguagem

Perspetivação Histórica da Gramática seguida de Reflexões sobre Gramática e linguagem




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Este livro procura compreender os fundamentos fisiológicos da linguagem e relacioná-los com a sua função simbólica. Poderão os processos linguísticos reduzir-se a mecanismos biológicos, tendo como base redes de conexões neuronais ou deverão integrar-se no alargado domínio da cognição, pondo em jogo a complexidade da consciência humana? Como equacionar a relação entre mente e cérebro? Quais os mecanismos que suportam a interiorização das regras básicas de uma língua? O presente trabalho tenta responder a estas questões, analisando criticamente algumas teorias que têm sido propostas nestes domínios. ¶¶ Clarifica, ainda, a noção de gramática, começando por delinear o percurso evolutivo das gramáticas portuguesas. A gramática pode ser tomada em sentido estrito ou lato, remetendo para sistematizações linguísticas locais ou para processos cognitivos complexos. Como relacionar os conceitos de gramática e linguagem? Os animais não falam. Por isso, não lhes atribuímos razão nem conhecimento. Quer o desenvolvimento individual quer o progresso das sociedades humanas caminham de mãos dadas com a linguagem, a qual se revela um instrumento valioso, imprimindo características únicas à nossa espécie.

Índice:

Resumo
Abstract
Sumário
Prólogo


PARTE I
O CAMINHO DA GRAMÁTICA
Razão de Ordem

CAPÍTULO I – As origens da gramática

CAPÍTULO II – As primeiras gramáticas portuguesas
1. Quadro Geral
2. Grammatica da Lingoagem Portuguesa de Fernão de Oliveira
3. Grammatica da Lingua Portuguesa de João de Barros
4. A influência de Nebrija
5. Ortografistas
6. Sinopse

CAPÍTULO III – As gramáticas filosóficas
1. Quadro Geral
2. Port-Royal ou o embrião da gramática generativa
3. Grammatica Philosophica de Melo Bacelar
4. Grammatica Philosophica de Jerónimo Soares Barbosa
5. Referência breve a duas outras gramáticas: Jerónimo Contador
de Argote e Reis Lobato
6. Sinopse

CAPÍTULO IV – As gramáticas históricas
1.Quadro Geral
2.Compêndio de Gramática Histórica Portuguesa de José Joaquim Nunes
3.Grammatica Historica da Lingua Portugueza de Manuel Said Ali
4.Breve referência à Grammatica Portugueza Elementar de Epifâniode Silva Dias
5.Sinopse

CAPÍTULO V – As gramáticas teóricas
1.Quadro Geral
2.Gramática da Língua Portuguesa de Helena Mateus et alli 3.Gramática da Língua Portuguesa de Mário Vilela
4.Referência à Nova Gramática do Português Contemporâneo de Celso Cunha e Lindley Cintra
5.Sinopse
Epílogo (Parte I)


PARTE II
LINGUAGEM E GRAMÁTICA

CAPÍTULO I – Bases biológicas da linguagem
1.Conhecimentos relativamente consensuais
2.O problema da mente-cérebro: modelos explicativos
2.1. O Cognitivismo
2.1.1. O modelo generativo
2.2. O Conexionismo
2.2.1. A arquitetura cerebral
2.2.2. O Conexionismo em Linguística
2.2.3. Uma visão crítica sobre o conexionismo
3.Uma Reflexão sobre O Erro de Descartes
4.A Teoria da Autopoeisis de Maturana e Varela
A Cons-Ciência da Linguagem 341

CAPÍTULO II – Linguagem, pensamento e fisiologia
1. Linguagem e pensamento – a História do problema
2. Relações ‘base-topo’ e ‘topo-base’
3. Uma dialética ‘base ↔ topo’
4. O poder evocativo da linguagem
5. Mecanismos de identificação
6. Neurónios-espelho
7. Linguagem: o individual, o coletivo e o universal
8. A linguagem como espelho do espírito
9. Linguagem e inconsciente

CAPÍTULO III – A sintaxe como objetivo da gramática
1. Linguagem e gramática
2. Ordem e funcionalidade dos constituintes frásicos
3. Análise e síntese na unidade frásica


CONCLUSÕES
PARTE I

PARTE II

BIBLIOGRAFIA
A) FONTES
Da Antiguidade
Das gramáticas portuguesas
B) BIBLIOGRAFIA CRÍTICA

ANEXOS

ÍNDICE DE QUADROS E FIGURAS

ÍNDICE GERAL


A Autora:
Conceição V. Lopes licenciou-se em LLM na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e concluiu, mais tarde, o Mestrado em Linguística Portuguesa na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Em 2015, defendeu tese de doutoramento em Linguística, na Universidade de Évora, com o trabalho que ora se apresenta. Com vários anos de docência no Ensino Básico e Secundário, foi investigadora no âmbito do projeto europeu de tradução automática EUROTRA, professora no Ensino Superior Politécnico (entre 1994 e 2004) e professora visitante na Universidade de Salamanca.

Detalhes:

Ano: 2016
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 344
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-577-8
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99