Angola

Potência Regional em Emergência




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Baseado na Dissertação “A União Africana e a Emergência de Estados-Directores em África: O Caso de Angola” elaborada para o seu doutoramento em Ciências Sociais, ramo de Relações Internacionais, Eugénio Costa Almeida procura, ao longo do presente ensaio, apresentar uma perspectiva sobre como será possível relacionar a existência de potências regionais em África com as linhas programáticas que norteiam a actual União Africana, enfatizando a potência emergente: Angola. No ensaio são abordados, entre outros, o contributo dos movimentos de negritude norte-americanos para a emergência das acções pan-africanistas, a problemática histórica da independência angolana e tudo o que condicionou os anos seguintes até à sua Paz, em 2002, sem esquecer todos os condicionalismos externos que ajudaram a moldar a história angolana, e, finalmente, desta até ao estágio actual de potência regional emergente aliado às relações de Angola com o Continente africano e com os seus principais parceiros estratégicos nas regiões onde se insere como uma emergente potência regional e, simultaneamente, uma potência com tendências para ser um instrumentality power em certas regiões.

Índice:

Nota prévia
Agradecimentos
Prefácio
Siglas e Acrónimos utilizados

Introdução
Porquê do tema
O objectivo primordial do tema
Enquadramento do Problema
Delimitação do Objecto
Método e questões metodológicas

I. Da Negritude norte-americana às interdependências africanas
Da Pré-história do Associativismo Político Africano às Independências Coloniais
Os movimentos afro-americanos pré-independentistas
A emergência dos movimentos pan-africanistas africanos
Do pan-africanismo às independências africanas
As independências africanas e a OUA
O fim da Europa Colonial
A 3.ª Comissão da ONU
A Descolonização e o seu efeito no espaço Geopolítico Mundial
Os novos actores no Concerto das Nações
Angola, da Crise da Independência à suseranização regional
A independência angolana e a emergência das duas Repúblicas
De Alvor à Dipanda
O perfeito palco africano no complexo jogo e xadrez
das duas Superpotências em África
República da África do Sul, a potência regional da África Austral
Da União Sul-Africana à República da África do Sul
Das convulsões internas na África do Sul à SADC
Angola entre as duas repúblicas

II. Angola, de Colónia a Potência Regional Emergente?
Angola e as crises pós-independência
A independência angolana e a emergência das duas Repúblicas
As duas repúblicas
República Popular de Angola
República Democrática de Angola (no Huambo)
Angola o “perfeito bispo” do jogo global
África do Sul a potência meridional africana na questão angolana
Angola e a luta anti-apartheid
A queda do Apartheid na África do Sul
O regime de Luanda é questionado internamente
O 27 de Maio de 1977
A força do Poder
Acordos de Lusaka, de Fevereiro e Junho de 1984
Conferência Quadripartida de New York
A II República e a emergência de uma nova potência
Acordos de Gbadolite
De Bicesse à II República
As eleições de 1992 resultam na II Guerra fratricida
O Protocolo de Lusaka aborta
Governo de Unidade e Reconciliação Nacional (GURN)

III. Da II República a Potência Regional?
Angola no caminho para potência regional?
O que é uma Potência Regional?
De Lusaka a Luena
Acontecimentos ocorridos entre 1991 (Bicesse) e 1997 (GURN)
De um quase desfalecido GURN à sombra protectora de Angola
Economia muda de rumo
Breve resenha sobre o petróleo e o enclave de Cabinda
A nova economia angolana
A China no contexto africano e a importância para Angola
O poder castrense angolano e o seu subsídio para a asserção do poder político
A Sociedade Civil e as Igrejas na ajuda à Paz
A Pax angolana no contexto externo
Uma parte importante para a segurança de África
Angola na SADC
Angola na África Central e na Comissão do Golfo
Comunidade de Estados da África Central (CEEAC)
O conflito nos Grandes Lagos
Como o Congo parece ter aprendido a lição
O não à Somália ou evitar conflitos com futuros pares?
A Comissão do Golfo da Guiné
Angola e a segurança africana
Serviços de Segurança e Inteligência de África (CISSA)
Angola e a cooperação de defesa na CPLP
A difícil coexistência de Angola com as ONG

IV. Comportará África a existência de potenciais Estados-Directores?
Os Estados-Directores em África
Da Organização de Unidade Africana à União Africana
A União Africana
Potências emergentes
As protopotências
Condicionantes externas
Angola na crise institucional do Zimbabué
A África no caminho dos Estados Unidos de África?
Conclusão: Que Prospectivismo Futuro?

Posfácio

Anexos:
Algumas notas biográficas de Angola
Acontecimentos ocorridos entre 1991 (Bicesse) e 1997 (GURN)
Acordos assinados com e entre os 3 Movimentos independentistas angolanos
Boletim de Voto para as eleições legislativas de 2008 que suscitaram dúvidas quanto à denominação oficial do MPLA (posição 10)
Lei da Revisão Constitucional n.º 23/92
Resolução 1295 (sobre a soberania e integridade territorial de Angola)
Protocolo de Lusaka
Declaração do Governo da República de Angola (13-Março-2002)
Memorando de Entendimento Complementar Ao Protocolo De Lusaka Para a Cessação Das Hostilidades e Resolução Das Demais Questões Militares Pendentes Nos Termos Do Protocolo de Lusaka
Resolução A/RES/41/11, de 27 de Outubro de 1986

Bibliografia


O AUTOR:

Eugénio Costa Almeida, licenciado e mestre em Relações Internacionais, é Doutorado em Ciências Sociais, investigador, analista político e colunista em vários portais e jornais, nomeadamente angolanos, e autor dos livros “África; Trajectos Políticos, Religiosos e Culturais” e “Fundamentalismo Islâmico, A Ideologia e o Estado”, bem como de prefácios em dois ensaios e de poesias numa antologia poética e numa obra sobre Angola. É, igualmente, autor do blogue Pululu.

Detalhes:

Ano: 2011
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 270
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-131-2
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
30/05/2018
MÚSICA CATÓLICA EM MACAU NO SÉCULO XX, da autoria de Dai Dingcheng
LANÇAMENTO: Dia 30 de Maio de 2018 (4.ª feira), às 18h30, no Centro Científico e Cultural de Macau, em Lisboa

25/05/2018
MEMÓRIAS DE UMA FALSIFICADORA – A Luta na Clandestinidade pela Liberdade de Portugal, de Margarida Tengarrinha
APRESENTAÇÃO: Dia 25 de Maio de 2018 (6.ª feira), às 18h00, na Universidade Popular do Porto. Apresentação: Doutor Manuel Loff e Doutor Silvestre Lacerda

23/05/2018
A NOITE MAIS LONGA, de Helena Pato
LANÇAMENTO: Dia 23 de Maio de 2018 (4.ª feira), às 18h00, na Biblioteca / Espaço Cultural Cinema Europa, em Campo de Ourique (Lisboa). Apresentação: Prof.ª Doutora Irene Pimentel

15/05/2018
MEMÓRIAS DE UMA FALSIFICADORA – A Luta na Clandestinidade pela Liberdade de Portugal, de Margarida Tengarrinha
APRESENTAÇÃO: Dia 15 de Maio de 2018 (3.ª feira), às 18h30, no Museu do Aljube, Resistência e Liberdade, em Lisboa.Apresentação: Helena Pato

10/05/2018
MEMÓRIAS DE UM ESTRANGEIRADO, de autoria de João Medina
LANÇAMENTO: Dia 10 de Maio de 2018 (5.ª feira), às 18h30, na Livraria Leya na Buchholz, em Lisboa. Apresentação: Prof. Doutor Álvaro Manuel Machado

04/05/2018
VIAGENS IMPERFEITAS, da autoria de António Eloy
LANÇAMENTO: Dia 04 de Maio de 2018 (6.ª feira), às 18h00, na Livraria “Palavra do Viajante”, em Lisboa. Apresentação: Carlos Cupeto

03/05/2018
A PIDE NO XADREZ AFRICANO, de María José Tíscar
APRESENTAÇÃO: Dia 3 de Maio de 2018 (5.ª feira), às 15h00

26/04/2018
MEMÓRIAS DE UMA FALSIFICADORA – A Luta na Clandestinidade pela Liberdade de Portugal, de Margarida Tengarrinha,
APRESENTAÇÃO: Dia 26 de Abril de 2018 (5.ª feira), às 15h30, no Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, em Lisboa

20/04/2018
OPERAÇÃO "VIRAGEM HISTÓRICA" (2.ª ed.) - 25 de Abril de 1974
APRESENTAÇÃO: Dia 20 de Abril de 2018 (6.ª feira) às 16h00, na Salão Nobre do Quartel de Santo Ovídeo, no Porto. Tenente-General Eduardo Augusto Carneiro Teixeira

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99