Hiper-Real[ismo] Milenar

O Cinema Ciborgue à Beira do Ano 2000




Recomendar livro a um amigo
Colecção: Fotografia & Cinema

Sinopse:

Entre 1998 e 1999, cinco filmes de ficção científica oriundos da América do Norte – Dark City, The Truman Show, eXistenZ, The Matrix e The Thirteenth Floor – denotaram uma unidade estético-temática que reclama uma conceptualização e uma análise à luz retrospectiva dos olhos de hoje. Através da formulação “hiper-real(ismo) milenar” para efectivar essa constelação artística, numa oscilação entre teoria e análise, procura-se aqui explorar os imensos pontos de contacto que convertem as cinco obras num quinteto. “Hiper-real(ismo)”, desde logo porque, tal como na corrente artística homónima pinturas e esculturas de alta resolução (muitas vezes mediante computadores e subjacente digitalidade) parecem ter referente real (conforme uma fotografia analógica), estes filmes jogam com simulações da realidade dentro da narrativa. “Milenar”, porquanto a passagem de 1999 para 2000 situa as fitas numa época de paranóia, profecias apocalípticas (da informática à religião e à ecologia) associadas à mudança de milénio. ******************************************************** No hiper-real(ismo) milenar, arauto de um “cinema ciborgue”, a nostalgia do rolo de celulóide e a emergência do digital coexistem numa imagem compósita, quer na produção, quer explícita ou implicitamente na narrativa. Por conseguinte, as cinco obras em consideração alicerçam-se em dimensões nunca menos que duplas, regressam a passados cinematográficos nervosos como o expressionismo alemão dos anos 20 de Weimar e o film noir americano dos anos 40/50 persecutórios do comunismo. Fazem-no num limbo futurofóbico, entre o escapismo que condena tudo a uma profecia auto-realizável e a resistência que penetra no medo pelo qual recusa ser determinada. É essa (in)consciência histórica, passando pelas noções de hiper-realidade de Jean Baudrillard e Umberto Eco e pelo surgimento do processador de texto, que importa também desenvolver. Sob vários ângulos e temas, um conjunto de falsas disjunções (... ou antonímias sinonímicas?) serve de instrumento para orbitar à volta dos cinco filmes. ******************************************************** Gorado o projecto expansionista ou interestelar de um dia vivermos felizes para sempre na Disneyland, a ficção científica simulatória dos anos 90 introduz uma roda passado -presente-futuro e quebra a homogeneidade do espaço-tempo em “dissonâncias cognitivas”. Daí que a utopia remonte às ensolaradas e pueris memórias perdidas da Shell Beach de Dark City, daí que a mãe-natureza se conceba na viscerosa biomecânica dos game-pods de eXistenZ. Nesse nexo baudrilliano, a mediocridade dos dias “reais”, a banalidade de um “ontem” sem alta tecnologia ubíqua são feitas paraíso trágico que já não há como resgatar.

Índice:

Prefácio

1. Introdução ou 31 de Dezembro?

2. “Apocalypse Now” ou “Golden Age Thinking”?
2.1. O Bug Telepático de 1900 e Tal em Dark City
2.2. A Síndrome da Terra Pequena em The Truman Show

3. Hiper-Realismo ou Hiper-Real?
3.1. O Hiper-Real(ismo) Hiper-Agnóstico em eXistenZ

4. Real ou Virtual?
4.1. The Matrix Floor

5. A Futurofobia como Resposta ou uma Resposta à Futurofobia?
5.1. Circular no Relógio de Areia
5.2. Forças Verticais e Fendas Horizontais
5.3. “Narcísifos”
5.4. A Vida Líquida de Éden no Inferno

6. Conclusão ou 1 de Janeiro?

Bibliografia

Filmografia


* * * * *


AUTOR:

FRANCISCO RICARDO SILVEIRA nasceu em Viseu em 1993 e cresceu na Covilhã. Licenciou-se em Estudos Artísticos pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2015), sendo distinguido com o Prémio Curricular Feijó, atribuído aos melhores alunos dessa instituição. Concluiu o mestrado em Estudos Artísticos (2017) na mesma faculdade. Actualmente (2018-), frequenta o doutoramento em Materialidades da Literatura, também na FLUC, enquanto bolseiro da FCT. O seu trabalho tem incidido na relação do cinema com outras artes.

Detalhes:

Ano: 2020
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 186
Formato: 23x16
ISBN: 9789896899363
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
31/12/2020
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99