Um Império Projectado pelo “Silvo da Locomotiva”

O Papel da engenharia portuguesa na apropriação do espaço colonial africano. Angola e Moçambique (1869-1930)




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Bruno J. Navarro

Sinopse:

A obra “Um império projectado pelo ‘silvo da locomotiva’”.O papel da engenharia portuguesa na apropriação do espaço colonial africano. Angola e Moçambique (1869-1930) que temos o prazer de apresentar na Colecção CIUHCT é, simultaneamente, um trabalho de referência para a história portuguesa e para a história da tecnologia (...). ¶ Com uma sólida formação de historiador, o autor desenvolveu uma investigação de qualidade notável, mobilizando um acervo de bibliografia e de fontes muitíssimo extenso e analisando-o de forma crítica, através de uma grelha conceptual de grande actualidade, fundada em conceitos como technopolitics, circulação de experts e de expertise, centros e periferias, large technological systems e actor network theory (ANT). Não se trata, contudo, de uma exibição estéril de robustez teórica, mas sim, de facto, de um trabalho escrito para poder participar e contribuir com novos dados e hipóteses interpretativas nos debates nacionais e internacionais sobre, no primeiro caso, a importância dos caminhos de ferro como instrumento de “domesticação”, estruturação e hierarquização dos espaços metropolitano e colonial portugueses e sobre o papel dos engenheiros como “artesãos” da visão regeneradora de progresso e, no segundo, sobre a forma como as tools of the empire, nas palavras já célebres de Daniel Headrick, assumiram diferentes sentidos e se concretizaram de forma diversa no contexto do Novo Imperialismo desenhado pela Conferência de Berlim. ¶ Este uso real dos vários dispositivos de análise e, particularmente da ANT, é determinante na estrutura do livro, em que pessoas e linhas de caminhos de ferro se assumem, efectivamente, em pé de igualdade como agentes de modificação do então território colonial africano. O autor analisa o percurso profissional de três engenheiros coloniais de referência para nos transportar num arco temporal de sessenta anos, entre a Monarquia Constitucional e o Estado Novo, numa construção continuada do III Império, completando esta visão por um estudo pormenorizado das linhas basilares da construção ferroviária em Angola e Moçambique, cruzando dados técnicos, económicos e políticos”.

Índice:

Prefácio

Agradecimentos

Introdução
1 – Da Metrópole para as Colónias
1.1 – Da organização ministerial dos serviços coloniais
1.2 – Da implementação da malha administrativa nas colónias

2 – Os engenheiros coloniais no lançamento do III Império
2.1 – Joaquim José Machado, o “pioneiro” da Monarquia Constitucional
2.1.1 – Expedições, missões e caminhos-de-ferro em Moçambique e Angola
2.1.2 – Governador e administrador colonial
2.2 – Alfredo Augusto Lisboa de Lima, o ministro da I República
2.2.1 – Companhia de Moçambique e Caminho-de-ferro da Suazilândia
2.2.2 – Ministro, Comissário e Professor da Escola Colonial
2.3 – João Alexandre Lopes Galvão, o cronista do Estado Novo
2.3.1 – Direcção ferroviária e inspecção das Obras Públicas coloniais
2.3.2 – Engenheiro de Obras Públicas e causídico colonial

3 – A construção ferroviária em Angola e Moçambique
3.1 – Levar o milagre da locomotiva para África: o Caminho de Ferro de Ambaca
3.1.1 – Os projectos
3.1.2 – Companhia Real dos Caminhos de Ferro Através de África
3.1.3 – O prolongamento até Malange e a Questão de Ambaca
3.2 – A rede dos caminhos-de-ferro de Lourenço Marques
3.2.1 – Os projectos
3.2.2 – Caminho de Ferro de Lourenço Marques ao Transvaal e o caso McMurdo
3.2.3 – As linhas da Suazilândia, Xinavane e Marracuene
3.3 – Linhas ferroviárias nos territórios administrados pela Companhia de Moçambique
3.3.1 – Os projectos ferroviários para o Pungue
3.3.2 – O contrato Van Laun
3.3.3 – A ligação à Niassalândia – Quelimane ou Beira?
3.4 – A viação acelerada no Sul de Angola
3.4.1 – Os projectos
3.4.2 – A linha de Moçâmedes
3.4.3 – A concessão Williams e o caminho-de-ferro de Benguela
3.5 – Caminhos-de-ferro de interesse regional e agrícola
3.5.1 – Linhas de Inhambane e Chai-Chai
3.5.2 – Caminho-de-ferro do distrito de Moçambique
3.5.3 – Linha férrea do Amboim

4 – A engenharia portuguesa no divã: engenheiros e política ferroviária

Conclusão

Bibliografia

Detalhes:

Ano: 2018
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 602
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-179-4
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
21/06/2019
ARTES PLÁSTICAS, da autoria de Paula Henriques
APRESENTAÇÃO: dia 21 de Junho (6.ª feira), às 18h00, na Casa do Alentejo em Lisboa. Apresentação: Margarida Tengarrinha

19/06/2019
O TRIUNFO DOS VALENTES – Luta e resistência numa vila mineira do séc. XX, da autoria de Mercedes Guerreiro
LANÇAMENTO: dia 19 de Junho (4.ª feira) às 18h30. Parque Mineiro de Aljustrel. Com apontamentos musicais.

18/06/2019
O MFA EM MOÇAMBIQUE – do 25 de Abril à Independência, da autoria de Aniceto Afonso
LANÇAMENTO: dia 18 de Junho (3.ª feira) às 18h00, na Associação 25 de Abril, em Lisboa. Apresentação: Coronel Jorge Golias e Coronel Carlos Matos Gomes

18/06/2019
LIVES IN CONTACT – A Tribute to Nine Fellow Creolinguists, Edit: Tjerk Hagemeijer, et all.
LANÇAMENTO: 18 de Junho, pelas 16h20, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Anfiteatro III)

16/06/2019
GORETTI PINA na Feira do Livro de Lisboa
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS: com Goretti Pina, dia 14 de junho (sexta-feira) entre as 17h00 e as 18h00, no Stand D-30 (Edições Colibri)

16/06/2019
As Edições Colibri na 89.ª FEIRA DO LIVRO DE LISBOA
VISITE-NOS NO STAND *D-30* Entre 29 de Maio (quarta-feira) e 16 de Junho (domingo) de 2019, no Parque Eduardo VII (Metro: Marquês de Pombal e/ou São Sebastião), em Lisboa

16/06/2019
MUNDO(S) – Livro 5, Coord. Literária de Ângelo Rodrigues
LANÇAMENTO: dia 16 (dom.) de junho, às 14h00, na PRAÇA VERDE, da Feira do Livro de Lisboa

16/06/2019
THIAGO SOGAYAR BECHARA em sessão de autógrafos na FLL
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS, com o autor Thiago Sogayar Bechara, dia 16 de junho (dom.), entre as 16h00 e as 18h00, no stand D-30, na Feira do Livro de Lisboa

16/06/2019
JOÃO DE MANCELOS em sessão de Autógrafos na F.L.L.
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS com João de Mancelos para autografar as suas obras, entre as 15h00 e as 16h00, no stand D-30, das Edições Colibri (do lado da Estufa Fria)

15/06/2019
MULHERES DE CORAGEM em conversa na Feira do Livro de Lisboa
CONVERSA entre "Mulheres de Coragem" (MARGARIDA TENGARRINHA e HELENA PATO) e MARIA DO CÉU PIRES.

15/06/2019
HELENA PATO em sessão de autógrafos na FLL
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS, com a autora Helena Pato, dia 15 de junho (sáb.), entre as 16h00 e as 18h00, no stand D-30, na Feira do Livro de Lisboa

15/06/2019
MARGARIDA TENGARRINHA em sessão de autógrafos na FLL
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS, com a autora MARGARIDA TENGARRINHA, dia 15 de junho (sáb.), entre as 18h00 e as 19h00, no stand D-30, na Feira do Livro de Lisboa

15/06/2019
CARMO MIRANDA MACHADO em sessão de autógrafos na FLL
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS, com a autora Carmo Miranda Machado, dia 15 de junho (sáb.), entre as 17h00 e as 18h00, no stand D-30, na Feira do Livro de Lisboa

15/06/2019
AS GARGALHADAS DE MESTRE JUJU, da autoria de Goretti Pina
LANÇAMENTO: 15 de Junho (sáb.) às 17h00, na Casa do Alentejo em Lisboa. Apresentação: Dolores Onofre, Mário Máximo, Solange Salvaterra Pinto, Samuel F. Pimenta, Maria Dovigo e Rosa Calado

15/06/2019
CRISTÓVÃO PEREIRA e MARIA DA GLÓRIA FRAGA em sessão de autógrafos na Feira do Livro de Lisboa
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS com CRISTÓVÃO PEREIRA e MARIA DA GLÓRIA FRAGA para autografarem a sua obra, entre as 16h00 e as 18h00, no stand D-30 das Edições Colibri (do lado da Estufa Fria)

14/06/2019
ROGÉRIO MOURA em sessão de autógrafos na Feira do Livro de Lisboa
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS com ROGÉRIO MOURA para autografar as suas obras, entre as 18h00 e as 20h00, no stand D-30 das Edições Colibri (do lado da Estufa Fria)

14/06/2019
DA CONQUISTA DE LISBOA À CONQUISTA DE ALCÁCER - 1147-1217
LANÇAMENTO: 14 de Junho, às 18H45, no Cineteatro S. João, em Palmela, no âmbito do VIII Encontro sobre Ordens Militares

14/06/2019
CARLOS ANDRÉ na FEIRA DO LIVRO DE LISBOA
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS: 14 de junho (6.ª feira), entre as 17h00 e as 19h00, EDIÇÕES COLIBRI (Stand D-30), Parque Eduardo VII, do lado da Estufa Fria

14/06/2019
CARLOS GUARDADO DA SILVA autografa na 89.ª FEIRA DO LIVRO DE LISBOA
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS na FEIRA DO LIVRO DE LISBOA: 14 de junho (6.ª feira), entre as 16h00 e as 19h00, no stand das EDIÇÕES COLIBRI (D-30), Parque Eduardo VII, do lado da Estufa Fria

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99