Nordeste Alentejano

Etnografia, Literatura, Oralidades, Arqueologia e História – Montalvão, Póvoa e Meadas e Castelo de Vide




Recomendar livro a um amigo
Coordenação: Ana Maria Paiva Morão

Sinopse:

Desde a sua fundação em 2010, a Associação Cultural Vamos à Vila, com sede em Montalvão, c. de Nisa, em pleno nordeste alentejano, concretizou numerosos projectos de reconhecida importância para a salvaguarda e divulgação do património material e imaterial desta região, entre os quais um workshop sobre Recolhas de Literatura Oral e Tradicional, as comemorações dos 500 anos de Foral de Montalvão, do Dia dos Castelos e do Dia dos Moinhos e o Colóquio sobre a Arte Chocalheira. ¶ “Por ser particularmente relevante para o conhecimento mais alargado do trabalho de investigação e produção intelectual que José Pedro Martins Barata dedicou à sua região, a Direcção Regional de Cultura do Alentejo não poderia deixar de se associar à iniciativa da Associação Cultural Vamos à Vila, de Montalvão [...]” [Ana Paula Amendoeira. Direcção Regional de Cultura do Alentejo] ¶ “Trata-se de uma iniciativa de todo o interesse para os estudiosos e para o público em geral. [...] O Grupo de Investigação de Tradições Populares Portuguesas (CLEPUL) congratula-se com esta publicação da Associação Cultural de Montalvão Vamos à Vida”. [João David Pinto Correia, Director do Grupo de Investigação de Tradições Populares Portuguesas/ CLEPUL]

Índice:

A compilação da obra do Dr. Martins Barata
– Um projecto da Associação Cultural de Montalvão Vamos à Vila
Associação Cultural de Montalvão Vamos à Vila

Prefácio
Ana Paula Amendoeira

A edição da obra dispersa do Dr. José Martins Barata:
uma mais-valia para o Património Cultural
João David Pinto Correia

José Pedro Martins Barata – o Homem e a Obra
Ana Maria Paiva Morão

O subsídio de José Pedro Martins Barata para a divulgação
do romanceiro português
Sandra Boto

O contributo de José Pedro Martins Barata para os estudos
linguísticos no Nordeste Alentejano
Teresa Simão

José Pedro Martins Barata, o Arqueólogo
Jorge Oliveira

Dr. José Pedro Martins Barata
Jorge Rosa


ARTIGOS DE JOSÉ PEDRO MARTINS BARATA

Artigo sem Título no Jornal Reconquista

Ainda a doação de Açafa (1198)

As Ordens Militares aquém e além-Sever

O Menir da Meada

Doação dos castelos de Monsanto e de Abrantes com o seu termo,
por Dom Afonso Henriques em 1172 e 1173, à Ordem de Santiago
de Espada

Apontamentos sobre a fala viva de Montalvão e de Póvoa e Meadas,
no extremo Norte do Alentejo

As Xácolas em Montalvão e Póvoa e Meadas no extremo-norte
alentejano

Póvoa e Meadas nunca foi Póvoa de D. Martinho

Castelo de Vide – Castell Da Vide – Castelo d’Avid?. Topónimo
alquímico trazido pelos Árabes ou pelos Templários?

Tradições religiosas em Montalvão e em Póvoa e Meadas
no extremo-norte alentejano

A Herdade Templária da Açafa. Seus limites a Sul do Tejo

Referências Bibliográficas



AUTOR

José Pedro Martins Barata, nascido nos finais do século XIX, primou pela curiosidade intelectual que o levou a interessar-se por áreas distintas da sua formação académica. Tendo enveredado pela carreira militar, da qual se reformou com o posto de Coronel tirocinado, cursou igualmente Medicina Veterinária, foi agraciado com o Grau de Cavaleiro da Ordem Militar de Avis e mais tarde com o de Comendador. Foi membro do Instituto Português de Arqueologia, História e Etnografia e sócio efectivo da Sociedade de Geografia de Lisboa. Martins Barata dedicou-se à recolha e ao estudo de variadas matérias (Etnografia, Literatura Oral Tradicional, Linguística, Arqueologia e História), de que resultaram os artigos agora aqui reunidos.

[Coord.] Ana Maria Paiva Morão, a actual Presidente da Associação Cultural de Montalvão Vamos à Vila, encarregou-se da pesquisa, organização e coordenação de obra de José Pedro Martins Barata, reunindo num volume os artigos que o ilustre alentejano publicou nos anos 50, 60 e 70 do séc. XX, sobre temas como Etnografia, Literatura Oral Tradicional, Linguística, Arqueologia e História e que se encontravam dispersos em edições de já difícil acesso ao grande público. É Doutorada em Estudos Literários/Literatura Oral e Tradicional, pela Universidade de Lisboa, investigadora do CLEPUL /Grupo de Investigação de Tradições Populares Portuguesas e docente no Curso de Pós-Graduação em Património Cultural Imaterial da Universidade Lusófona. Faz parte das Direcções da Associação de Peregrinos Via Lusitana e da Associação Portuguesa para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial.

Detalhes:

Ano: 2017
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 290
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-625-6
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
04/09/2017
FÉRIAS EM AGOSTO
Estimado(a)s Clientes e Amigo(a)s Entre 31 de Julho e 1 de Setembro não podemos satisfazer quaisquer encomendas, por motivo de Férias do pessoal. A partir de 4 de Setembro retomamos a nossa actividade normal. Pedindo desculpas por eventuais incómodos, agradecemos a vossa preferência... COLIBRI com gosto, para LER também em AGOSTO!

02/09/2017
FRANCO ATIRADOR – Textos de Cidadania de um Alentejano de Estremoz, da autoria de Hernâni Maia
LANÇAMENTO: Dia 2 de Setembro de 2017 (sábado), às 16h00, na Igreja dos Congregados, em Estremoz

28/07/2017
VILA BOIM, da autoria de Rui Jesuíno
LANÇAMENTO: Dia 28 de Julho de 2017 (6.ª feira), às 19h00, em Vila Boim

28/07/2017
AO CAIR DA NOITE, da autoria de Albertino Bragança
LANÇAMENTO: dia 28 de Julho (6.ª feira), às 17h30, Auditório UCCLA, Lisboa. A apresentação contará com a presença de Dr. João Viegas de Abreu; Dr.ª Sheila Khan e Dr.ª Inocência Mata. Apontamento musical pelo cantor santomense Filipe Santo

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99