Faxicu Bêbê Zaua




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Filho de Manuel de Jesus Bonfim e de Serafina Rita Bonfim, Francisco de Jesus Bonfim nasceu no sítio de Caxoeira (Trindade), no ano de 1882. Enviuvou de Maria do Espírito Santo, natural de São Tomé. Por que razão era vulgarmente conhecido por Faxicu Bêbê Zaua? A sua mulher, cujo nome doméstico era “Pascoela”, como era hábito na ilha de São Tomé pretendeu catxá-lo, ou seja, fazer com que ele se apaixonasse perdidamente por ela. Deu-lhe a beber água misturada com urina. Uma vez que a água estava bastante turva ele não a bebeu, mas disse-lhe que a tinha ingerido, e ela acreditou. Daí o nome Faxicu Bêbê Zaua, ou Francisco bebeu urina.

Índice:

Faxicu Bêbê Zaua

Textos divulgados nos jornais
Tende cuá
Tende cuá
Tende cuá
Mutambú Sótá
Mutambú sa sotadu di védé
Duentxi longô ca blocé piado di zaua
Mamunhangu
Olha frente
Cata di Lombada
Plétu nacá tlabafa
Pena cu dôlô!... blancu bêndê plétu

Textos distribuídos à população
Ninguê cu têndê cafadá cu na têndêfa
Ninguê cu têndê cafadá cu na tendêfa
Dêçu bua mutu
Afonso de Albuquerque na Índia…
Carlos de Sousa Gorgulho em San Tomé
Chinhô sá pôstu!... supada sá tlunfu
Bêndê lêpêndê, cópla lépalá
Tudu pôvô, pundá Dêçu, têndê kua
Deus a diante, paz na guia
A Deçu!... plama biliza
Avlê-Maiá, cha da gláça
Ninguê cu tendê, ca fadá cu na
têndêfa/Palanki, gingá
Déva gingá nopé domali; galu cantá
Tela gingá
Sentinela, alerta
Nada é pequeno quando a alma é grande
Cabêça na lêgula-fa clôpô ca pagá bém-pagadu
Fala cétu… Dêçu bua mutu…bua mutu
Agôla cuma noncafé
Deus meu, Senhor meu
Deus meu, Senhor meu
Cónféça bem limpeza dalima Dêçu bua muto
Homem é o lôbo do homem
Carlos de Sousa Gorgulho em S. Tomé
Carlos de Sousa Gorgulho em S. Tomé
Apoiadu … apoiadu

Anexo
Registo de óbito de Francisco de Jesus Bonfim
Biografia de Manuel de Sousa Ferreira Neto
Biografia de Francisco dos Santos Azevedo

Textos do Rouxinol cantador
Atenção S. Tomé
Ainda canta o velho Rouxinol
O Gungunhana e Marquês de Manto
O convite do Rouxinol à população de S. Tomé


O AUTOR:

Carlos Espírito Santo – Nasceu a 17 de Abril de 1952 na ilha de São Tomé. É licenciado em Filosofia pela Universidade de Lisboa, Mestre em Literaturas Brasileira e Africanas de Língua Portuguesa pela mesma Universidade e doutorado em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade do Porto. Foi professor catedrático na Universidade Moderna de Lisboa e após ter regressado a São Tomé e Príncipe professor visitante na mesma Universidade, membro do Conselho de Estado da República Democrática de São Tomé e Príncipe e Director do Centro de Estudos Santomenses.

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 110
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-426-9
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99