O Eterno e o Efémero




Recomendar livro a um amigo
Temas: Poesia

Sinopse:

O Homem, desde sempre, aspirou à Eternidade! Inventou os deuses, imaginou o Além, um Paraíso ou um Inferno… mas sempre a Eternidade! ¶ Temendo, no fundo, que a sua condição fosse de efemeridade definitiva… de passagem exígua, muito limitada e inevitavelmente finita. ¶ O Homem viveu e vive as ações, as emoções e sentimentos como infinitos, mas com a consciência que nada dura para sempre. ¶ Assim, a condição humana é marcada, incessantemente, por uma inevitável e perene contradição, absurdo e angústia. ¶ Saber viver, aceitando tal realidade, não é de todos.

Índice:

Introdução
1. Sentir o eterno
2. Eterno / Efémero
3. Começamos por ser pontinhos
4. O desmoronar de uma Harmonia
5. Por um amor infinito
6. Todas as palavras efémeras
7. Tempos amargurados
8. Chega alguém e te acaricia a Alma
9. No dia da tua partida
10. Vivências eternas
11. Vida desacertada
12. Voltei às estrelas
13. Mudança
14. Capraria
15. Tudo passa
16. Quadro / símbolo da vida
17. Sonhei contigo a eternidade
18. Não havia Paz
19. Muito ficou por fazer
20. Que o Universo esteja contigo
21. Emoções / ilusão
22. Ama-se a mente
23. Aceitar
24. A revolta de não ser eterno
25. Empatia
26. Doçura fugidia
27. Turbações opostas
28. Criações
29. Era a ti que eu te queria
30. Era contigo
31. Dedicação total
32. Vem de mansinho
33. Um caminho muito exasperante
34. Ficaste só no pensamento
35. A Paz do dever cumprido
36. Tudo devia gravitar em torno
37. Beijoqueira te chamavam
38. Mudanças progressivas
39. Ultrapassar o próprio limite
40. Ocorre silêncio
41. Vontades sonhadas
42. Ávida de lendas e mitos
43. Toda a Humanidade te pertence
44. Repetições incessantes
45. Lidar com o transitório
46. Partiste
47. Se tivesse sido há anos
48. Cansaço
49. Poucos ficaram
50. Eterno é o Amor por ti

Sinopse (O Eterno e o Efémero)


* * * * *

JULIETA TEIXEIRA MARQUES DE OLIVEIRA, nasceu em Lisboa. Licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e em História Moderna pela Faculdade de Letras e Filosofia da Universidade de Génova. Depois de leccionar alguns anos em Lisboa, parte para a Itália. Leitora de Língua e Cultura portuguesa na Universidade de Veneza, Pádua e Pavia.
Assinou um contrato de investigação com a Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses. Resultou uma exaustiva pesquisa subordinada ao tema Fontes Documentais de Veneza referentes a Portugal, publicada pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda, em Lisboa, 1997.
Em 1995 defendeu com distinção e louvor, na Universidade em Lisboa, a sua tese de doutoramento sobre Veneza e Portugal no século XVI: subsídios para a sua história. Tal obra foi publicada pela Imprensa Nacional – Casa da Moeda, em Lisboa no ano 2000. Autora de vários artigos, recensões e textos. Destacamos, para além dos já citados: La crisi del 1580 e la perdita dell’indipendenza del Portogallo nei menoscritti della Marciana (Pádua, Universidade de Pádua, 1986); O falso D. Sebastião perante o Senado de Veneza (Annali di Cáfoscari, Veneza, 1988); Padre Antonio Vieira e la storia delle idee culturali e letterarie (Pádua, Universidade de Pádua, 1989); P. José Anchieta, projecção cultural da sua obra; O lúdico e o pragmático no discurso de P. António Vieira (Veneza, 1997), Os Teixeira Lopes – Memórias de uma Família (Lisboa, Edições Colibri, 2004), Ritmos da Alma (Lisboa, Edições Colibri, 2017), Ausências Presenças (Lisboa, Edições Colibri, 2018) e Caminhos Paralelos | Cruzados (Lisboa, Edições Colibri, 2021)

Detalhes:

Ano: 2023
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 64
Formato: 23x16
ISBN: 9789895663118
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/04/2024
LORIGA – CONTRIBUTO PARA UM PLANO DE INTERVENÇÃO TURÍSTICA, da autoria de Horácio M. M. de Brito
LANAMENTO: 28 de abril (dom.), às 15H00, no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Loriga. Apresentação: Dr Rogério Figueiredo (Prof. do Ens. Secundário) e Prof.ª Doutora Manuela Mendonça (Presidente da Academia Portuguesa da História)

15/04/2024
POLÍTICAS PÚBLICAS PARA OS ARQUIVOS, da autoria de Maria Perdigão
LANÇAMENTO: dia 15 de Abril 2024 (2.ª feira), às 18h30, Sala C134.A, na Faculdade de Letras de Lisboa, em Lisboa. Apresentação: Carlos Guardado da Silva

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 “Chamadas para a rede fixa nacional (PT), de acordo com o tarifário do utilizador” ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]