Monsaraz [2.ª ed.]

Reconstruir a Memória




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Este estudo sobre o século XX em Monsaraz mostra-nos como foi sendo construída a imagem desta vila alentejana e do seu território. Os mitos e as ideias feitas, a invenção da tradição, a recriação do “paraíso perdido” e a patrimonialização das últimas décadas, são questões aprofundadas e clarificadas nesta obra. Uma investigação exaustiva sobre a desconhecida história recente de Monsaraz e também um recurso para o seu futuro.

Índice:

PREFÁCIO

AGRADECIMENTOS

INTRODUÇÃO


I – ANÁLISE GEO-HISTÓRICA

1. Território
2. História
2.1 As primeiras ocupações
2.2 Fundação e evolução até ao século XIX
2.3 O século XIX e a transferência da sede do concelho
2.4 Monsaraz na transição do século


II – ANÁLISE DO PROCESSO DE CONSERVAÇÃO

1. O núcleo urbano. Formação e consolidação
2. Intervenções
2.1 Os primeiros quarenta anos do século
2.2 Principais intervenientes e períodos de actuação
2.2.1 Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais
2.2.2 Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz
2.2.3 Junta de Freguesia de Monsaraz
2.2.4 Paróquia de Monsaraz
2.2.5 Comissão Municipal de Arte e Arqueologia
2.2.6 Grupo dos Amigos de Monsaraz
2.2.7 Junta de Turismo de Monsaraz
2.2.8 Associação de Defesa dos Interesses de Monsaraz
2.2.9 Intervenções particulares
2.3 Fortificações
2.3.1 Intervenções da D.G.E.M.N.
2.3.2 Intervenções da Câmara Municipal
2.4 Conjunto Intramuros
2.4.1 Intervenções da D.G.E.M.N.
2.4.2 O processo de transferência da propriedade urbana e as intervenções particulares
2.4.3 Intervenções da Câmara Municipal
2.5 Arrabalde


III – TRANSFORMAÇÃO SOCIAL E ECONÓMICA

1. População
2. Actividades sociais e animação turística
3. Actividades económicas e estrutura profissional


IV – TRANSFORMAÇÃO E MISTIFICAÇÃO URBANA

1. O turismo como unicidade funcional
2. A cor e a imagem urbana
3. Autenticidade
4. O processo de mistificação

CONCLUSÃO

ILUSTRAÇÕES

BIBLIOGRAFIA E FONTES


* * * * *


A AUTORA:

ANA PAULA AMENDOEIRA – Historiadora (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), Mestre em Recuperação do Património Arquitectónico e Paisagístico, pela Universidade de Évora, diplomada em Administração de Projectos Culturais pela Fundação Marcel Hicter, Conselho da Europa, bolseira de investigação da Fundação entre 2008 e 2012, Investigadora Integrada do Centro de Estudos Arqueológicos e Ciências do Património da Universidade de Coimbra. Chefe de Divisão de Acção Cultural no Município de Reguengos de Monsaraz, entre 1996 e 2008.
Tem desenvolvido a sua investigação na área do património cultural, com especialização em Património Mundial. Membro do Grupo de Trabalho para a elaboração da Lista Indicativa do Património Mundial Português. Membro eleito do Comité Executivo Internacional do ICOMOS, Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios, e do Comité do ICOMOS Internacional para avaliação das candidaturas a património mundial no mandato de 2003-2005. Membro do Grupo de Trabalho para o Património Mundial da Comissão Nacional Portuguesa da UNESCO.
Tem participado em várias reuniões nacionais e internacionais de natureza científica e política nas áreas do património cultural, bem como em colóquios nacionais e internacionais com publicação de artigos sobre património, com destaque para as questões do património mundial.
Foi Presidente do ICOMOS Portugal, entre Março de 2011 e Dezembro 2015, exercendo o cargo de Vice-Presidente desde Dezembro de 2015.
É Directora Regional de Cultura do Alentejo desde Dezembro de 2013.
É membro do Conselho Nacional de Cultura, na secção de Património Arquitectónico e Arqueológico e na Secção de Museus
Membro do Conselho Geral da Universidade de Évora, no mandato 2015-2016.
Membro português, eleita por proposta da FCT, do Comité Científico do JPI CH (Joint Programming Iniciative on Cultural Heritage) da União Europeia desde novembro de 2020.
A Associação Nacional de Municípios com centro histórico atribuiu-lhe o Prémio Nacional "Memória e Identidade 2023", pelo trabalho desenvolvido no âmbito da preservação dos centros históricos e do património.

Detalhes:

Ano: 2023
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 176
Formato: 23x16
ISBN: 9789727729296
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/04/2024
LORIGA – CONTRIBUTO PARA UM PLANO DE INTERVENÇÃO TURÍSTICA, da autoria de Horácio M. M. de Brito
LANAMENTO: 28 de abril (dom.), às 15H00, no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Loriga. Apresentação: Dr Rogério Figueiredo (Prof. do Ens. Secundário) e Prof.ª Doutora Manuela Mendonça (Presidente da Academia Portuguesa da História)

15/04/2024
POLÍTICAS PÚBLICAS PARA OS ARQUIVOS, da autoria de Maria Perdigão
LANÇAMENTO: dia 15 de Abril 2024 (2.ª feira), às 18h30, Sala C134.A, na Faculdade de Letras de Lisboa, em Lisboa. Apresentação: Carlos Guardado da Silva

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 “Chamadas para a rede fixa nacional (PT), de acordo com o tarifário do utilizador” ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]