Guiomar Mendes

Judia de Castelo de Vide queimada em Auto de Fé




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Jorge Martins

Sinopse:

O processo inquisitorial de Guiomar Mendes constitui um caso exemplar do funcionamento da Inquisição, que nos permite, simultaneamente, perceber as suas diferentes fases, desde as denúncias à execução da sentença em auto-de-fé; e resgatar a memória de uma das cerca de duas centenas de condenados naturais ou/e moradores em Castelo de Vide. ¶ Justamente por isso, esta cristã-nova castelo-vidense foi escolhida para servir de eixo museológico da Casa da Inquisição de Castelo de Vide. Ao visitá-la, ficamos a saber em que circunstâncias insalubres e mentais viviam os presos nos cárceres da Inquisição – neste caso de Lisboa –, como decorreu o seu processo desde a sua prisão em 28 de novembro de 1662 até à sua execução na fogueira no auto-de-fé de 17 de agosto de 1664. ********************************************************* A herança judaica é, hoje, um valor essencial e estratégico para o município de Castelo de Vide! ¶ Valor essencial, na medida em que a dimensão histórica, espiritual, geográfica e humanista da temática obriga a que o Município tenha sempre presente, no horizonte, os alicerces em que construiu a sua matriz, enquanto território de tolerância e modernidade. ¶ Já a importância estratégica advém do facto de o nosso património cultural (no sentido lato, e o judaico, em particular, graças ao imenso e rico universo dos bens materiais e imateriais circunscritos no concelho) estar na base da atratividade do território, no êxito da oferta turística e, ainda, na afirmação dos valores identitários. ¶¶ ANTÓNIO PITA (Presidente da C. M. de Castelo de Vide)

Índice:

Prefácio de António Pita
Presidente da C. M. Castelo de Vide

Introdução

O Regimento da Inquisição

O processo de Guiomar Mendes
Quem era Guiomar Mendes
As denúncias
Genealogia dos denunciantes de Guiomar Mendes
O mandado de prisão
A prisão
O inventário dos bens
A sessão de genealogia
A sessão in genere
A sessão in specie
A acusação
A defesa
De mãos atadas
A confissão no cadafalso
Decisão sobre a confissão
A sentença
O auto-de-fé

Sermão do auto-de-fé

Anexo
A Casa da Inquisição – Fotografias de António Manso


* * * * *


AUTOR:

JORGE MARTINS – nasceu em Lisboa em 1953, é doutorado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, atualmente aposentado, foi professor dos ensinos básico e secundário e do ensino superior politécnico, foi formador de professores e membro de centros de investigação em História. Autor de conteúdos museológicos, designadamente da Casa da Memória da Presença Judaica em Castelo Branco e da Casa da Inquisição de Castelo de Vide, publicou vários livros sobre a temática judaica e inquisitorial, nomeadamente Portugal e os Judeus, 3 vols., 2006; Breve História dos Judeus em Portugal, 2009; O Judaísmo em Belmonte no Tempo da Inquisição, 2016, Os Pessoa na Inquisição. As raízes judaica e fidalga de Fernando Pessoa, 2022.

Detalhes:

Ano: 2023
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 112
Formato: 21x15
ISBN: 9789895662531
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/03/2024
AI, ALENTEJO… – Memórias Rurais, da Autoria de Abílio Maroto Amiguinho
APRESENTAÇÃO: Dia 16 de Março de 2023 (sábado), às 16h00, na Sede da Junta de Freguesia de Santa Eulália (Elvas). Apresentação: Dr.ª Ana Maria Maroto

01/03/2024
MEMÓRIAS DE UM COMBATENTE, ANTES E DEPOIS DO 25 DE ABRIL DE 1974, da autoria de João Pedro Quintela Leitão
LANÇAMENTO: 1 de Março de 2024 (6.ª feira) 17h00, no Caslisboa, em Lisboa. Apresentação: Dr. Bruno Miguel Galeano Quintela Leitão e Dr. Pedro Eugénio Galeano Quintela

28/02/2024
OS JUDEUS MARROQUINOS DE CABO VERDE – SÉCULO XIX (2.ª ed.), com coordenação e organização de Carol Castiel
APRESENTAÇÃO: dia 28 de fevereiro de 2024 (4.ª feira), às 18h30, na Associação Caboverdeana, em Lisboa

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 “Chamadas para a rede fixa nacional (PT), de acordo com o tarifário do utilizador” ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]