Ars Rosae ou Arte de Rosear




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Sara Loureiro

Sinopse:

Entremos, pois, nesta cidade e comecemos o ofício do desvendamento dos caminhos iniciais e iniciáticos. Seu nome – ars rosae ou a arte de rosear – fornece-nos a chave de acesso, ao mesmo tempo que nos adverte para a necessidade de atenção aos pequenos sinais distintivos, algumas encruzilhadas que nos convidam à lentidão. Na verdade, aquilo que parece ser o título latino e a sua tradução é, afinal, um jogo disjuntivo de dois títulos alternativos – ars rosae ou a arte de rosear – um jogo travesso de promissoras polissemias associadas à rosa que será leitmotiv, símbolo e âncora organizadora de todo o livro. ¶¶ [Elisa Costa Pinto in «Prefácio»] *********************************************************** A rosa do mundo desagua em delta / leque fragmentado de palmeira / nela se alimentam e nidificam aves / livres só elas / as que mergulham até às axilas / transparentes só elas / a rosa do mundo tece em si histórias / simples ou dobradas / pétalas feridas aveludadas / enchentes letais secas mitigadas / só elas / helenas e penélopes / lídias e cleópatras / só elas / a rosa do mundo é uma rosa é uma rosa / mesmo no sangue da desumanidade / rosa é uma rosa / em delta só ela

Índice:

PREFÁCIO


rosae rosa

[sei de cor]
[Às cerejas colhidas ao luar de ontem]
[“E se te derem um pé de macieira?”]
[O instante do pássaro]
[Se subo à açoteia das estrelas]
[Conta a história que a Princesa]
[“A rose is a rose is a rose”]
[Rodas a vida em movimentos caleidoscópicos]
[Descobriam a vida]
[Alisei-lhe as penas de voo]
[Que se saiba]
[Lembras-te da fragilidade]
[O melhor do mundo]
[Um dia]
[Aos primeiros raios desperto o poema]
[As palavras]
[Quarenta dias sem se cruzarem]
[Para matares a sede]
[Nem o perfume das azáleas]
[Os dias não são todos iguais lamento]
[Se não tens braços para recolher a chuva]
[Apanho]
[No tempo em que ainda]
[Os pecados da praia]
[A brisa refrescante da tarde]
[A poesia torna o mundo]


rosis pro rosis

[Abaixo do pescoço tens o coração]
[Na nossa embarcação nasceu um fogo]
de repente
Primeiro dia
Segundo dia
Terceiro dia
Quarto dia
Quinto dia
Sexto dia
Sétimo dia
[Quando busco palavras]
[Se tivesse hoje de escrever um poema]
[No dorso da madrugada galopa]
Voando com Marc
[Muito antes da vindima]
Ítaca era mais forte
[Ela atrasou- se. Ele também]
[Galgava-lhe o tronco]
Como quem chama
[O verso despiu-se de atavios]
[Dizer-te apenas que já se ouve]
[Era a pantera da noite]
[Entre dentes]
[De faca afiada corta]
[Não arrumes as palavras]


rosam rosarum

A Criação
[A morte da amada e a visita de um corvo]
Palavras cumpridas
[A rosa do mundo desagua em delta]
[No mar não há só água]
[Nem todos os silêncios são iguais]
[Há poemas que nos acordam]
[Respira devagar]
No man’s land
[Sol negro]
A vida não é doce
[Porque a memória tem marcha lenta]
Inevitabilidades
[Porque tens uns olhos tão grandes?]
[Segues o tempo]
Desencontro
[Fiat lux e tu nada]
[Tinha quase tudo para dar certo]
Consultório
[Com a mão direita]
[Existe o minuto zero]
O que fazes com ela ao acordar?
[A poesia tal como a vida]

POSFÁCIO


* * * * *


AUTORA:

SARA LOUREIRO é licenciada em Línguas e Literaturas Modernas e Mestre em Ciências da Educação. Foi professora no ensino secundário e no ensino superior. Esteve desde sempre ligada à leitura e à escrita, alimento e lenimento.
Está envolvida em diversos projectos culturais para a promoção da literatura e da leitura, sobretudo poesia. É diseuse e performer. É co-fundadora do PICA, Projeto de Intervenção Cultura e Artes, criado em 2018, cuja missão é contribuir para a promoção do saber, da massa crítica e da cultura.

Detalhes:

Ano: 2022
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 120
Formato: 21x15
ISBN: 9789895662227
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
03/12/2022
MUNDO(S) – Livro 20, coord. Ângelo Rodrigues, e DO PRINCÍPIO E DO FIM, da autoria de Ângelo Rodrigues
LANÇAMENTO: dia 3 de Dezembro (sábado), na SNBA, em Lisboa

03/12/2022
GENTE DA NOSSA TERRA, da autoria de Francisca Lopes Bicho
LANÇAMENTO: 3 de dezembro (sáb.), às 16h00, na Casa Fialho de Almeida, em Cuba

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]