Páginas Arrancadas




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Após o holocausto do mundo ocidentalizado, ou seja: de se terem morto um bilião de loucos nos desertos do mundo com bombas nucleares, as ruas das grandes cidades, outrora pululando, estavam desertas. Assim começou a diáspora de as tornar habitáveis e de as encher de novos habitantes. Ora isso requeria que os habitantes de África e da Ásia e, sobretudo, esses, tivessem preparação para nelas habitarem, sem prejuízo para eles – não são as grandes metrópoles urbes de depravação? Para isso se criaram primeiramente aldeias piloto por todo o mundo, aldeias essas em que as pessoas eram educadas por missionários que lhes falavam da nova fé, da fé que se criara à volta do caso de Zarc e Clara. O que Zarc por disparate chegara a pensar, agora se tornava realidade – Tudo é uma questão de tempo neste mundo e no outro – Mas o outro não me interessa, o outro, para mim, tomara que fosse eterno para participar de eternas depravações – Tais como os mundos dos loucos, tais como os mundos de quase toda a gente. ********************************************************* É VERDADE OU CONSEQUÊNCIA // Agora vou escrever a verdade, / Já não me deito à meia-noite, / Nem durmo noite após noite, / Só para não ser acordado, / Aos fins-de-semana p’rà quezília, / Aos dias-de-semana p’rà vigília, / Estou farto de ser mobília, / Até parece que não sou valho, / E há quem me despreze e enxovalhe, / Por dormir tanto, tanto, / Que não mereço outro ralho, / Que as Fúrias do Inferno, / Persegui este Fauno do Averno, / Apedrejai-o por opróbrio! [15/08/2018]

Índice:

Prefácio

O REGRESSO À INCRÍVEL HISTÓRIA DO ZARC

UM TEATRINHO PARA UMA VOZ

À SOMBRA DA LEGALIDADE ou O Inferno do Formalismo

MEMÓRIAS DO HOSPITAL

O HERÓI É ALEGRE


* * * * *


AUTOR:

CARLOS SANTOS BUENO nasceu em Lisboa em 1966. Iniciou o seu percurso escolar na Escola Alemã transitando posteriormente para o Liceu Nacional Sebastião e Silva. É nas paixões da alma que encontra a sua inspiração e na filosofia da Natureza o seu fundamento. ¶ A sua vida não tem sido fácil mercê da instabilidade interior que o domina, mas consciente dos seus erros e dos resultados catastróficos que lhe advieram de algumas das suas opções, teve a ventura de nunca deixar que o desânimo fizesse parte do seu léxico e foi na base da coragem e do querer que ultrapassou dificuldades lutando sempre por escrever as suas poesias acabando mesmo por conseguir editar algumas ¶ delas em “As Margens Vermelhas” no ano de 2005, “Os Jardins do Éden” em 2008, “Horas Meridianas” em 2009, “Ulisses e Nausica” em 2012 e as suas prosas em “Crónica de um Crime Político” em 2014 e “A Incrível História do Zarc” em 2019. ¶ Passado uma temporada volta à carga, agora para editar “Páginas Arrancadas” onde se deixa empolgar pela fantasia transportando para a escrita experiências que fizeram parte de um período doloroso e que quer irrepetível da sua vida. ¶ Podemos dizer ao observar a sua vida e obra que o querer move montanhas conseguindo mesmo alcançar objectivos que à primeira vista parecem fora do alcance para o comum dos mortais.

Detalhes:

Ano: 2022
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 120
Formato: 21x15
ISBN: 9789895662067
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
03/12/2022
MUNDO(S) – Livro 20, coord. Ângelo Rodrigues, e DO PRINCÍPIO E DO FIM, da autoria de Ângelo Rodrigues
LANÇAMENTO: dia 3 de Dezembro (sábado), na SNBA, em Lisboa

03/12/2022
GENTE DA NOSSA TERRA, da autoria de Francisca Lopes Bicho
LANÇAMENTO: 3 de dezembro (sáb.), às 16h00, na Casa Fialho de Almeida, em Cuba

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]