As Noites do Cacimbo




Recomendar livro a um amigo
Temas: Romance

Sinopse:

António Luiz Rafael, presença constante da memória televisiva, dá-nos uma vez mais a conhecer a sua faceta de romancista, trazendo até nós agora o seu terceiro romance. Autor de “Sara e a Paixão – Entre o Alentejo e Moçambique” e “As Horas dos Tempos”, em ambos as histórias nos transportam para a referência a África, marca incontestável deste continente na vida do autor. Subjacente sempre a magia que no imaginário coletivo se associa ao continente africano, também no presente romance encontramos essa referência, havendo uma personagem que é neste continente que vivencia uma felicidade pessoal e profissional. ¶¶ Sem querer levantar o véu da história, deixando ao leitor o caminho livre para a sua descoberta, neste conto largo, como o autor o designa, acompanhamos a vida de personagens que nos trazem uma outra experiência, a da música. Ao ler as passagens, envolvemo-nos na descrição, fazendo-nos sentir presentes nos concertos, sentimos a música como se na realidade ela estivesse a ser tocada e deixa-nos mais ricos. Revisitamos lugares e lembramos compositores, ganhando na leitura a evasão que só um bom livro nos dá. ¶¶ [Graça Viegas] ************************************************************* Mas voltando ao tema da desafinação do piano. Madalena também passou a notar que quando tinha de teclar a zona do Ré sustenido o som era menos activo, como se algo estivesse a evitar que a percussão se fizesse convenientemente. Curiosa, resolveu dar uma vista de olhos ao interior do instrumento, procedimento relativamente simples pois havia apenas que levantar a tampa que se movia por intermédio de duas dobradiças e seguidamente retirar o painel frontal que assentava num vulgar encaixe. Feito isto, ali tinha à vista as oitenta e tal peças de madeira cobertas de feltro (designadas por “martelo”) que, manobradas a partir do teclado, batiam nas cordas bem tensas pela afinação, produzindo assim o som desejado. Só que neste caso, e para surpresa de Madalena, esta verificou que entre duas das cordas, e um pouco de esguelha, se encontrava entalado um pequeno livro. A que propósito tal coisa tinha ali ido parar e, mais, qual seria o conteúdo?

Índice:

* * * * *

AUTOR:

ANTÓNIO LUIZ RAFAEL [Lisboa] exerceu actividade profissional como jornalista ao longo de cerca de 60 anos partilhados entre a Rádio e a Televisão. Primeiramente no Rádio Clube de Moçambique, onde desempenhou funções durante duas décadas, o que lhe permitiu também múltiplas deslocações a Angola, S. Tomé e Príncipe ou Guiné, bem como a outras zonas do continente africano. Neste roteiro se poderá incluir uma deslocação ao Brasil.
Em 1975 regressa a Portugal onde é admitido na Radio-Televisão Portuguesa, ali actuando na área do jornalismo e nas vertentes da apresentação de Telejornais, entrevistas e reportagens gravadas ou em directo.
Em 1992 é convidado para orientar a delegação da RTP em Évora, assumindo posteriormente o cargo de Coordenador do Centro de Emissão do Alentejo.

Detalhes:

Ano: 2022
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 118
Formato: 21x15
ISBN: 9789895661794
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/03/2024
AI, ALENTEJO… – Memórias Rurais, da Autoria de Abílio Maroto Amiguinho
APRESENTAÇÃO: Dia 16 de Março de 2023 (sábado), às 16h00, na Sede da Junta de Freguesia de Santa Eulália (Elvas). Apresentação: Dr.ª Ana Maria Maroto

01/03/2024
MEMÓRIAS DE UM COMBATENTE, ANTES E DEPOIS DO 25 DE ABRIL DE 1974, da autoria de João Pedro Quintela Leitão
LANÇAMENTO: 1 de Março de 2024 (6.ª feira) 17h00, no Caslisboa, em Lisboa. Apresentação: Dr. Bruno Miguel Galeano Quintela Leitão e Dr. Pedro Eugénio Galeano Quintela

28/02/2024
OS JUDEUS MARROQUINOS DE CABO VERDE – SÉCULO XIX (2.ª ed.), com coordenação e organização de Carol Castiel
APRESENTAÇÃO: dia 28 de fevereiro de 2024 (4.ª feira), às 18h30, na Associação Caboverdeana, em Lisboa

24/02/2024
O ÚLTIMO MESTRE TEMPLÁRIO PORTUGUÊS – D. Vasco Fernandes, primeiro comendador de Montalvão, da autoria de Luís Gonçalves Correia
APRESENTAÇÃO em colaboração com CASA DO ALENTEJO: dia 24 de Fevereiro (sábado), às 16h00

23/02/2024
Arte, Religião e Imagens em Évora no tempo do Arcebispo D. Teodósio de Bragança, 1578-1601, da autoria de Vitor Serrão
APRESENTAÇÃO: dia 23 de fevereiro de 2024 (6.ª feira), às 18h00, Galeria de Exposições da Casa de Burgos, em Évora. Apresentação: Pedro Flor (Universidade Aberta)

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 “Chamadas para a rede fixa nacional (PT), de acordo com o tarifário do utilizador” ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]