A sombra de um homem só

poemas selecionados




Recomendar livro a um amigo
Autoria: João de Mancelos
Temas: Poesia, Literatura

Sinopse:

A sombra de um homem só: Poemas selecionados, de João de Mancelos, reúne os melhores textos publicados pelo autor, em seis livros, ao longo de trinta anos. Na secção final, apresenta algumas composições mais recentes, surgidas em antologias e revistas de literatura. Trata-se de uma poesia predominantemente lírica, marcada pela beleza, musicalidade e poder da metáfora. Este legado resgata do oblívio numerosos textos, convidando novos leitores a descobri-los.

Índice:

Agradecimentos

Nota introdutória


A OESTE DESTE CÉU (1993)

zero decibéis
a lírica mínima do amor
lábios
scriptografia
made in coketown


O LABOR DAS MARÉS (1994)

do sangue e das fontes
tempo
palavras
fuga
neve
beijo
erosão
as cidades invisíveis
meninos transparentes
em busca
ausentes para amor incerto
últimos ritos
ciganos
noturno
acorde


LÍNGUAS DE FOGO (2001)

terra incógnita
o mais frágil endereço para o vento
à janela das ondas sem regresso
os faunos
apressadamente
o corpo doído ou doido
prece do mareante à estrela aldebaran
o sol onde camilo pessanha nasce
sermão de antónio vieira a deus
promessa de antígona
fragmento branco para eugénio de andrade
alguns outros, pensando em al berto
como se eu fora filho de mim mesmo
esta noite, outro milénio
cruelmente perfeito
no coração arruinado da cidade
há demasiada beleza em ti


O PÓ DA SOMBRA (2014)

ars poetica
mil novecentos e oitenta e cinco
canção para um navio distante
morre-se no verão desassossegado
senhora da terra
navegando de mastros amputados
relâmpago
depois do amor
três da manhã
submissão
pedidos de empréstimo
borboletas
lolita
vive
com as mãos manchadas de azul
para que a noite seja jovem outra vez
babilónia, meu amor
hiroshima
açores


O TEU NOME INCENDIADO DE AZUL (2016)

por ti, reparti a noite, o medo e o amor
lutas de amor
para que a noite se abra
êxtase
o mapa do coração
amantes
quando estou contigo, nu e só
para que serve o outono, diz-me
vem atravessar comigo a noite
pássaro de cristal
um livro me leva pela mão
pórtico para a morte
fim de tarde, no jardim de um poeta bárbaro
a morte era uma desconhecida
inventário dos bens imprescindíveis
saudade definida
epitáfio para um poeta


LUZES DISTANTES, VOZES PERDIDAS (2019)

um beijo inacabado
junho
agosto
era uma rapariga na idade das cerejas
era uma rapariga a quem chamavas casa
era uma rapariga de silêncio e neve
algumas raparigas são quartos de hotel
à deriva pela noite
campo de neve em flor
roupa branca estendida na corda
a noite mais longa
com saudade
o punhal mais duro do silêncio
desamar o silêncio
silêncio comparado
branca, a madrugada
mãos em concha
como dormir esta noite
a poesia é um desassossego


NOVOS POEMAS

eram jovens
são raparigas, as palmeiras
escada de caracol
o riso longínquo das jovens deusas
nos passos do esquecimento
ossos lavados pela chuva
o fim do que não tem princípio
são agora tão frágeis
caixa de costura para a alma
sobre o quadro “nevermore”, de paul gauguin
regressarei contigo

Índice



* * * * *


JOÃO DE MANCELOS, nome literário de Joaquim João Cunha Braamcamp de Mancelos, nasceu em Coimbra, em 1968. É doutorado em Literatura Norte-americana (Universidade Católica Portuguesa, 2001) e agregado em Estudos Culturais (Universidade de Aveiro, 2015). É professor universitário desde 1992. Publicou 26 livros. No ensaio, destaca-se O marulhar de versos antigos: A intertextualidade em Eugénio de Andrade (2009) e Manual de escrita criativa (2012); na poesia, O pó da sombra (2014) e Luzes distantes, vozes perdidas (2019); no conto, Nunca digas adeus ao verão (2021) e A rapariga que adorava finais felizes (2021). Foi distinguido em diversos concursos literários. Dois contos seus foram adaptados a teatro e um a cinema, no Brasil.

Detalhes:

Ano: 2022
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 142
Formato: 23x16
ISBN: 9789895661619
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
15/10/2022
O AMOR E A GUERRA COLONIAL, da autoria de Armando França (com a colaboração de Celina França)
LANÇAMENTO: 15 de Outubro de 2022 (Sábado), às 18h00, na Atlas Aveiro – Biblioteca Municipal, em Aveiro. Apresentação: Doutor Alberto Martins

08/10/2022
ENLEIOS DO MEU ESPÍRITO, da autoria de Maria do Carmo Malveiro Candeias
LANÇAMENTO: 8 de Outubro de 2022 (sábado), às 16h00. Apresentação da Autora e da obra: Ângelo Rodrigues

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]