Florbela Espanca

O Espólio de um Mito




Recomendar livro a um amigo
Colaboração com a entidade: Câmara Municipal de Vila Viçosa

Sinopse:

Falar de Florbela é falar do que mais fundamente nos deslumbra e desconforta, nos intriga e nos comove. O volume que agora se apresenta constitui a prova da indesmentível acuidade do apelo florbeliano. Reúne-se aqui a grande maioria dos textos apresentados no Colóquio Internacional Florbela Espanca. O Espólio de um Mito, que teve lugar no Cineteatro Florbela Espanca, em Vila Viçosa, de 6 a 8 de dezembro de 2011 e que juntou, nesta cidade, grande número de leitores devotados, escritores, críticos, académicos. Outros textos ensaísticos e literários vieram entretanto juntar-se-lhes. Este volume especial da Callipole tem, ainda, a honra de incluir dois textos inéditos das escritoras Lídia Jorge e Maria Teresa Horta. Cada uma a seu modo, ambas as autoras generosamente partilham connosco as suas relações com a obra e a voz de Florbela, em dois textos fascinantes pela argúcia e a intimidade crítica.

Índice:

Apresentação
Ana Luísa Vilela

Da Poesia ao conto: A itinerância criativa de Florbela Espanca
Elisabeth Batista

“À Janela da Vida”, vendo Florbela passar
Maria Helena Estriga Bigodes

As imagens masculinas nos contos O crime do Pinhal do Cego
e O dominó Preto
Leda Marana Bim

Poética e política: diálogos intercontinentais entre as poéticas de Florbela Espanca e Rubén Darío
Renata O. Bomfim

Reflexões sobre Memória, Esquecimento e Verdade num soneto de Florbela d’Alma
Cid Ottoni Bylaardt

Charneca em flor – de Florbela a Fernando Lopes Graça
José Bettencourt da Câmara

A Incorruptibilidade do Tempo Mítico: Tipologias estético-metafísicas de Florbela Espanca e Teixeira de Pascoaes
Sofia A. Carvalho

O diário do último ano de Florbela Espanca e a escrita feminina: a feminina desmemória
Gonçalo Piolti Cholant

A atividade florbeliana sobre o texto literário
Concepción Delgado Corral

Rever Florbela: «fanatismo» e alguns aspectos sobre a sua poética
António Carlos Cortez

Mesa-redonda com os professores-escritores António Cândido Franco e Nuno Júdice
Helena Estriga

A nossa inefável Florbela
Maria Lúcia Dal Farra

A dramatização da saudade em Florbela (contributo para o estudo da saudade na poesia portuguesa do primeiro quartel do século XX)
António Cândido Franco

Florbela tradutora
Chris Gerry

Florbela Espanca e Judith Teixeira: uma história em letras miúdas
Suilei Monteiro Giavara

Florbela sob o Signo do Fogo
Maria Teresa Horta

As Lápides, as Preces e as Insígnias Elegias, Apóstrofes e outras Artes do Epitáfio na Poesia de Florbela Espanca
Carlos J. F. Jorge

“As Máscaras do Destino”, Contos de Florbela Espanca – Uma Leitura com Mitos
Lídia Jorge

Modernidade de Florbela
Nuno Júdice

O diálogo entre a poesia florbeliana e o leitor
Clêuma de Carvalho Magalhães

“Eu quero amar, amar perdidamente”: o amor e o medo na poesia de Florbela Espanca
Anamarija Marinović

Florbela e Botto: Canções Trocando Olhares
Ricardo Marques Martins

O lugar de Florbela na literatura portuguesa contemporânea
Maria do Carmo Pinheiro e Silva Cardoso Mendes

Florbela Espanca. O Espólio de um Mito e como Hipótese
Indicial, “Cor de violetas roxas...” ou a Tricotomia da Catarse
Feliciano de Mira

O eu e o outro: autorrepresentações no diário e na epistolografia do último ano
Michelle Vasconcelos Oliveira do Nascimento

Florbela Espanca. Sob o signo da dúvida melancólica
Derivaldo dos Santos

Florbela Espanca, um eu que se retrata, ocultando-se
Isa Margarida Vitória Severino

A Virgem Maria, o sagrado feminino e sua relação com Florbela Espanca
Fabio Mario da Silva

Florbela Espanca: convergência entre mundos
Cláudia Sousa e Isabel Lousada

As «Fábulas» de Florbela (Do sindroma de Cinderela à Pantera castigadora)
José Manuel de Vasconcelos

O Espólio Florbeliano do Grupo Amigos de Vila Viçosa
Ana Luísa Vilela

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 362
Formato: 24x17
ISBN: 978-989-689-266-1
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
01/10/2022
ALDEIA NOVA DE SÃO BENTO, da autoria de José Saúde
LANÇAMENTO: 1 de Outubro de 2022 (sáb.), às 16h00, no Auditório de Alfornelos, na Amadora. Apresentação: Domingos Galamba. Cante com o Grupo Coral Alentejano da Amadora – SFRAA

30/09/2022
ELVAS – EXPANSÃO DA CIDADE, da autoria de Maria Luísa Cidraes
LANÇAMENTO: 30 de Setembro de 2022 (6.ª feira), às 18h30, na Biblioteca Municipal “Dr.ª Elsa Grilo”, em Elvas. Apresentação: Doutor Nuno Cruz Grancho

25/09/2022
CAMPO MAIOR NO CENTRO DE UM CONFLITO INTERNACIONAL, da autoria de Rui Rosado Vieira
APRESENTAÇÃO: 25 de Setembro de 2022 (domingo), às 16h00, no Auditório do CIFA, em Campo Maior. Apresentação: Tenente-General Rui Manuel Clero (General-Comandante Geral da GNR)

24/09/2022
ARRONCHES COM VIDA!, da autoria de Diogo Júlio Serra
LANÇAMENTO: 24 de Setembro de 2022 (sáb.), às 15h30, na Biblioteca Municipal de Arronches. Apresentação: Professores Daniel José Pereira Balbino e Moisés Cayetano Rosado

23/09/2022
SERRA DE SÃO MAMEDE – ALTO ALENTEJO, da autoria de Ana Paula d’Ascensão
LANÇAMENTO: 23 de Setembro de 2022 (6.ª feira), às 18h00, no Portalegre Palace Hotel. Apresentação: Professor Jorge de Oliveira (Universidade de Évora)

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]