Dinâmicas socioeconómicas e governanças no litoral norte de Moçambique

(Província de Cabo Delgado)




Recomendar livro a um amigo
Autoria: Isabel Medeiros

Sinopse:

O objectivo deste trabalho é analisar e questionar o sentido das dinâmicas socioeconómicas em curso na fracção mais setentrional do extenso litoral de Moçambique (província de Cabo Delgado). Chama-se a atenção para os percursos de mudança induzidos na região numa perspectiva de luta contra a pobreza: como conciliar a necessidade do desenvolvimento sustentável da pesca artesanal versus protecção dos recursos, com os efeitos estruturantes e desestruturantes da expansão do turismo no âmbito das políticas públicas e das governanças? Embora se estimulem formas de gestão participativa, julgadas como meio mais eficaz para compatibilizar actividades tão díspares, constata-se que as experiências analisadas são ainda embrionárias e reveladoras de como é difícil congraçar interesses divergentes dos vários actores locais com as decisões políticas sobre o mar.

Índice:

Nota Prévia

1 – Enquadramento geral
2 – Povoamento e mobilidades
2.1 – A ‘litoralidade’: um conceito demasiado fluido
2.2 – Uma história de alianças, conflitos e ‘sínteses culturais’…
3 – Distribuição da população e dinâmicas demográficas
3.1 – Repartição da população
3.2 – Crescimento inquietante pelas suas consequências ou processo estimulante de mudança e vitalidade?
3.3 – Onde estão os ‘urbanos’?
3.4 – Evolução estável da ‘razão de sexo’
3.5 – Que expectativas para um universo populacional
dominantemente jovem?
4 – A pesca e os recursos do mar
4.1 – O que nos diz a história recente?
4.2 – Recursos haliêuticos: práticas de utilização e de gestão
4.3 – Centros de pesca e pescadores. A pesca artesanal é mais
do que uma profissão; é um modo de vida
4.4 – Fainas, artes e embarcações
4.5 – Capturas e dinâmicas comerciais
4.6 – Problemas e carências das pescarias artesanais
5 – Medidas de protecção ambiental e pescarias activas? O Parque
Nacional das Quirimbas (PNQ) e a questão das governanças
5.1 – Acerca da necessidade da conservação dos recursos …
E as populações?
5.2 – O projecto do PNQ
6 – Expansão recente do turismo, a problemática da sustentabilidade
ambiental e do desenvolvimento comunitário
6.1 – A promoção estratégica do turismo no discurso político:
que significado para as ‘Áfricas’?
6.2 – O turismo é o petróleo de Moçambique…
6.2.1 – Um sector de afirmação difícil…
6.2.2 – Fluxos turísticos fortemente polarizados na capital
6.2.3 – Como fazer chegar aos mais pobres os rendimentos
do turismo?
6.3 – O litoral norte de Cabo Delgado: que modelo de turismo na perspectiva da protecção ambiental, do ‘desenvolvimento local’
e da luta contra a pobreza?
6.3.1 – ‘Descoberta’ recente de um apelativo património
natural e histórico…
6.3.2 – Movimentos turísticos ainda pouco expressivos…
6.3.3 – Infraestruturas e ‘espaços turísticos: ‘resorts’, hotéis, lodges…
6.3.4 – Desenvolvimento comunitário, turismo responsável e protecção da natureza. Que perspectivas?

REMATE

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS


A AUTORA:

Isabel Medeiros é geógrafa e actualmente investigadora do CEG/IGOT. Há mais de 20 anos que se dedica ao estudo de problemáticas africanas dando enfoque particular às questões urbanas, de desenvolvimento territorial e de cooperação. Exerceu funções docentes nos Departamentos de Geografia das Faculdades de Letras da Universidade de Lisboa e da Universidade de Luanda e, no quadro da cooperação portuguesa, na da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo.

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 164
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-178-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
16/03/2024
AI, ALENTEJO… – Memórias Rurais, da Autoria de Abílio Maroto Amiguinho
APRESENTAÇÃO: Dia 16 de Março de 2023 (sábado), às 16h00, na Sede da Junta de Freguesia de Santa Eulália (Elvas). Apresentação: Dr.ª Ana Maria Maroto

01/03/2024
MEMÓRIAS DE UM COMBATENTE, ANTES E DEPOIS DO 25 DE ABRIL DE 1974, da autoria de João Pedro Quintela Leitão
LANÇAMENTO: 1 de Março de 2024 (6.ª feira) 17h00, no Caslisboa, em Lisboa. Apresentação: Dr. Bruno Miguel Galeano Quintela Leitão e Dr. Pedro Eugénio Galeano Quintela

28/02/2024
OS JUDEUS MARROQUINOS DE CABO VERDE – SÉCULO XIX (2.ª ed.), com coordenação e organização de Carol Castiel
APRESENTAÇÃO: dia 28 de fevereiro de 2024 (4.ª feira), às 18h30, na Associação Caboverdeana, em Lisboa

30/07/2021
UNION HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES outorga o Escudo de Prata a Edições Colibri
EM RECONHECIMENTO PELO SEU APOIO À LITERATURA

25/05/2018
POLÍTICA DE PRIVACIDADE E PROTECÇÃO DE DADOS (RGPD)
RGPD: Como é do conhecimento público, o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados é aplicável desde 25 de maio 2018 em todos os Estados-Membros da União Europeia. Navegar no nosso site implica concordar com a nossa política de privacidade (ver AQUI: https://drive.google.com/file/d/1DiXJS-AUwZBB7diQJS5xWrFBDLedWG9c/view). Se não concordar, pode contactar-nos pelos canais alternativos: e-mail ou telefone.

18/03/2018
A Colibri no Youtube
www.youtube.com/channel/UCh1qOgVfD928sohgDxoDSGA/videos

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99 “Chamadas para a rede fixa nacional (PT), de acordo com o tarifário do utilizador” ___________________________________ [O telefone n.º 21 796 40 38 deixou de estar ao serviço da Colibri]