Grande Guerra (1914-1918)

Os Combatentes da Freguesia de Montalvão




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

“Não é nosso objectivo fazer aqui a história de um conflito mundial que se arrastou por quatro anos e custou mais de 37 milhões de vidas no total, além de inúmeras sequelas, nem sequer da participação de Portugal, dos seus motivos, conflitos internos e implicações ou da forma como o fez. Não deixaremos, contudo, de referir alguns apontamentos sobre a Guerra de 14-18, com o fim de contextualizar a ida de um punhado de rapazes oriundos de uma freguesia “escondida” no nordeste alentejano para combaterem em África e na Europa, integrados numa operação que custou ao País cerca de 7.760 vidas e mais de 30.000 baixas, entre feridos, desaparecidos, incapazes e prisioneiros”. ¶ [...] ¶ “Destes combatentes portugueses na Grande Guerra, 24 eram naturais da freguesia de Montalvão (21 de Montalvão e 3 da Salavessa). ¶ De acordo com os registos documentais que obtivemos, a grande maioria combateu em França, fazendo parte dos cerca de 55.000 homens que constituíram o Corpo Expedicionário Português (CEP). Os restantes 3, ao que nos foi possível apurar, combateram em África.” ¶ “Publicamos os Boletins Individuais dos combatentes do CEP que se encontram no Arquivo Histórico Militar. Cada Boletim é precedido por uma ficha por nós elaborada, na qual se inclui, quando possível, uma fotografia, a naturalidade, a data de nascimento, a filiação, uma pequena resenha da situação militar (patente e incorporação iniciais, promoções – os pormenores podem ser consultados no próprio Boletim sendo embora alguns pouco legíveis, dada a sua já longa existência – 100 anos!).” ¶ [...]¶ “Sabemos também que todos os anos, no dia 9 de Abril, se juntavam em Montalvão os antigos combatentes, mesmo já idosos, à roda de um petisco; quando possível, este incluía uma latinha de corned-beef, alimento que fazia parte das rações fornecidas pelos ingleses e que na guerra lhes tinha parecido uma abominação, mas que tantos anos depois lhes parecia uma boa recordação...” ¶ [...]

Índice:

Introdução

Algumas notas sobre a Grande Guerra e a participação de Portugal

Apontamentos sobre os Combatentes naturais da freguesia de Montalvão

Unidades Militares

Combatentes em França (Corpo Expedicionário Português)

Combatentes em África

Fontes e Bibliografia





AUTORA:

Ana Maria Fraústo Diogo Correia Paiva Morão é Doutorada em Estudos Literários/área de Literatura Oral e Tradicional pela Universidade de Lisboa. É investigadora integrada do CLEPUL / Grupo de Investigação de Tradições Populares Portuguesas (FLUL), colaboradora do CIAC, Centro de Investigação em Ciências da Comunicação e Artes (Universidade do Algarve) e docente no Curso de Pós-Graduação em Património Cultural Imaterial da Universidade Lusófona. Faz parte das Direcções da Associação de Peregrinos Via Lusitana e da Associação Portuguesa para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial e é membro-fundador da Associação Vamos à Vila.
Um dos seus objectos de interesse é a participação de Portugal na Grande Guerra (1914-1918), nomeadamente na vertente memorialista, que lhe advém do facto de tanto o avô paterno, Joaquim Diogo Correia (natural de Malpica do Tejo, c. Castelo Branco), como o avô materno, António Joaquim Fraústo (natural de Montalvão, c. de Nisa) terem sido Combatentes do CEP (Corpo Expedicionário Português).

Detalhes:

Ano: 2018
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 98
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-769-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
22/10/2018
RITMOS AFECTIVOS NAS ARTES PERFORMATIVAS, da autoria de Ana Pais
LANÇAMENTO: Dia 22 de Outubro de 2018 (2.ª feira), às 19h00, no Teatro Municipal São Luiz. Conversa com Paula Varanda, Pedro Gil, Rui Pina Coelho e a Autora

20/10/2018
A DIMENSÃO TEATRAL DO AUTO DA FÉ, da autoria de Bruno Schiappa
APRESENTAÇÃO: Dia 20 de Outubro de 2018 (sábado), às 17h00, no Átrio do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99