Santomensidade e Texto




Recomendar livro a um amigo

15,00 €
detalhes do preço

Stock: esgotado


Sinopse:

A presente dissertação tem como objecto de estudo a literatura santomense, expressão que engloba a poesia, o conto e o romance, atribuídos a São Tomé e Príncipe. Ora, a questão desta literatura passa necessariamente pela representação da santomensidade, categoria estruturante que, devido à sua vastidão e complexidade, será privilegiada neste estudo somente a vertente forra. […] No âmbito da chamada África de língua portuguesa, São Tomé e Príncipe, realidade geográfica de menor dimensão, teve, porém, no decurso da sua história, considerável importância, quer no plano económico quer no plano sociológico; As literaturas africanas de língua portuguesa, sendo recentes nas suas manifestações textuais, radicam, todavia, em estruturas culturais profundas, que importa abordar, para que a compreensão dessas literaturas seja efectiva; A literatura santomense impressa e os autores que seleccionámos para o corpus do nosso trabalho, ora se afastam ora se aproximam da identificação que julgamos ser indispensável entre a cultura e a literatura. [da Introdução]

Índice:

Introdução
1. Objecto de estudo
2. Metodologia
3. Conclusão

Parte I. Reflexões acerca da santomensidade
1. O lugar dos forros
1.1. Fundamentos históricos
1.2. A roça e a gleba
2. A representação das minorias étnicas
3. A identidade do escritor

Parte II . A ordem da literatura santomense
1. O arquétipo literário
2. A natureza do discurso
2.1. O modo dramático
2.2. O efeito lúdico

Parte III . O discurso da santomensidade
1. O discurso da transparência e da opacidade
1.1. A transparência
1.1.1. Ocorrências designativas
1.1.2. Exemplos
1.1.3. Teatralização
1.1.4. Véssu
1.2. A opacidade
1.2.1. Modalizações
1.2.2. Schifters de organização e de escuta
2. O discurso da afectividade
2.1. Axiológicos
2.2. Signos morfológicos e fónicos
3. O discurso da imagem
3.1. Os metassememas
3.1.1. Os símbolos
3.1.2. As metáforas
3.1.2.1. As metáforas da vida
3.1.2.2. As metáforas da solidariedade
3.1.2.3. As metáforas da resistência
3.1.2.3.1. A não-aceitação
3.1.2.3.2. Exemplaridade, disponibilidade, sacrifício
3.1.2.3.3. A fúria e a vingança (excluídas da santomensidade)
3.1.2.4. As metáforas do amor
3.1.2.4.1. Fé companhé e mêssê
3.1.2.4.2. Desejo, sonho desperto e nostalgia (excluídos da santomensidade)
3.2. Os metalogismos
3.2.1. A antítese
3.2.2. A ironia

Conclusão
Bibliografia
Índice de autores
Índice de assuntos


DATA DE PUBLICAÇÃO: janeiro de 2016



O AUTOR:

Carlos Espírito Santo – Nasceu a 17 de Abril de 1952 na ilha de São Tomé. É licenciado em Filosofia pela Universidade de Lisboa, Mestre em Literaturas Brasileira e Africanas de Língua Portuguesa pela mesma Universidade e doutorado em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade do Porto. Foi professor catedrático na Universidade Moderna de Lisboa e, após ter regressado a São Tomé e Príncipe, professor visitante na mesma Universidade, membro do Conselho de Estado da República Democrática de São Tomé e Príncipe e Director do Centro de Estudos Santomenses.

Detalhes:

Ano: 2016
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 288
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-561-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
24/09/2017
O SISTEMA DE INFORMAÇÃO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, da autoria de Susana Rodrigues
LANÇAMENTO: Dia 24 de Setembro de 2017 (domingo), às 19h00, na Festa do Livro do Palácio de Belém, em Lisboa

23/09/2017
A MINHA VIDA DAVA UM ROMANCE, de José Salgueiro
LANÇAMENTO: dia 23 de setembro (sáb.), às 16H00, na Biblioteca Municipal de Montemor-o-Novo

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99