Amato Lusitano

Uma reinterpretação historiográfica da sua biografia




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Os trabalhos sobre a biografia de Amato Lusitano – o mais prestigiado médico português do século XVI – estão, muitas vezes, penetrados por acúleos interpretativos espúrios. Assim, importa discernir entre o que é genuinamente analítico e o que é simplesmente opinativo. Neste livro, o autor efectua uma reinterpretação historiográfica da biografia amatiana, remontando às fontes documentais conhecidas.

Índice:

PREFÁCIO

À GUISA DE APRESENTAÇÃO

INTRODUÇÃO


CAPÍTULO I – A PROBLEMÁTICA DA HOMONÍMIA DE JOÃO RODRIGUES

1 – ‘João Rodrigues’: a problemática da homonímia em Portugal
Joam Roiz de Castellbranco
Joam Rodriguez, cirurgião em Lisboa

2 – ‘João Rodrigues’: a problemática da homonímia em Salamanca

3 – ‘João Rodrigues’: a problemática da homonímia em Antuérpia

Saída de Portugal e prisão à chegada a Antuérpia, em 1534, do “mercador”Jan Roderigho, supostamente de Castelo Branco


Envolvimento em Antuérpia do mercador Jehan Rodrigues, putativamente de Castelo Branco, no negócio de importação de produtos do Algarve


CAPÍTULO II – A PRETENSA GENEALOGIA DE AMATO LUSITANO

1 – Familiares referidos pelo próprio Amato Lusitano
Irmãos
Sobrinho

2 – Familiares que lhe têm sido atribuídos
Descendentes (?)
“Mãe” e “tio” eborenses
Ana, mulher de Estêvão Pires, hipotética prima de Amato
Diogo Pires, hipotético primo de Amato
“Catarina Aires”, hipotética mãe de Amato Lusitano, e Filipe Montalto, seu hipotético familiar


CONSIDERANDOS FINAIS

Bibliografia citada



O AUTOR:

JOÃO AUGUSTO DAVID DE MORAIS nasceu em Angola, mas reside e exerceu as suas actividades profissionais em Évora, desde 1976. Em Portugal, licenciou-se, doutorou-se e fez a agregação em Medicina, especializando-se, sucessivamente, em Medicina Interna, Infecciologia e Medicina Tropical. Obteve o master’s degree em Saúde Pública, no Institut Prince Leopold, de Antuérpia. Foi Chefe de Clínica e Director de Serviço do Hospital do Espírito Santo de Évora. Como Professor Convidado da Universidade de Évora, leccionou as disciplinas de Ecologia Humana, Parasitologia Humana e Antropologia Aplicada. Tem cooperado em diversos mestrados e cursos de pós-graduação, no país e no estrangeiro. Publicou cerca de 150 trabalhos científicos e vários livros nas áreas da Medicina, Epidemiologia, Ecologia Humana, Antropologia Social, Religiosidade Popular e História, votando particular atenção à investigação historiográfica sobre a biografia do médico luso-hebreu Amato Lusitano. Foi galardoado com 15 prémios por trabalhos científicos e agraciado com as medalhas de ouro do Ministério da Saúde e da Câmara Municipal de Évora.

Detalhes:

Ano: 2015
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 220
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-529-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
23/11/2019
ROSÁLIA – A menina Exposta da Roda, da autoria de Florbela Teixeira
LANÇAMENTO: dia 23 de Novembro de 2019 (sábado), das 16h00 às 18h00, na Biblioteca Municipal de Palmela

20/11/2019
A ILHA É UMA LUPA, da autoria de Maria José Nazaré
LANÇAMENTO: dia 20 de Novembro (4.ª feira) às 18h30, no Espaço UCCLA, em Lisboa

17/11/2019
VERSOS DISPERSOS, da autoria de José da Luz
LANÇAMENTO: 17 de Novembro, às 15h00, no Auditório da União de Freguesias Bispo, Vila e Silveiras. Apresentação: Alice Barreiros

16/11/2019
CASTELO DE VIDE – História e Sociedade (1906 a 1951), da autoria de Mateus da Cruz Maniés (†)
LANÇAMENTO: dia 16 de Novembro (sáb.) às 16h00, na Fundação Nossa Senhora da Esperança, em Castelo de Vide. Apresentação: Professor Doutor Francisco Sepúlveda Teixeira

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99