Grândola Vila Morena

A Canção da Liberdade




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Este livro, ideia original de Gilles Martin da editora ADEN e da autoria de Mercedes Guerreiros e Jean Lemaître, escrito com saber e paixão e que tem contributos de muitos dos intervenientes no desencadear da conspiração que levou ao 25 de Abril, tem o mérito de nos revelar os “bastidores” dos dias que antecederam a madrugada dos Cravos. Quem decidiu que “Grândola” seria o sinal para os militares marcharem sobre Lisboa e quem na Rádio Renascença estava incumbido de, com muita perícia e coragem, contornar a censura interna naquele momento. Hoje, 40 anos depois, “Grândola, Vila Morena”, continua a ouvir‐se em todo o País. A canção mantém uma força telúrica que irmana homens e mulheres num abraço solidário de esperança, de revolta e de anseio de igualdade e de justiça para a humanidade. A mensagem e os ideais de Zeca Afonso ultrapassam fronteiras e muitos outros Povos, fazem desta canção a sua bandeira de luta por um mundo melhor.

Índice:

O detonador

Meia noite e vinte minutos

Aqui, o povo é quem mais ordena!

Terra da fraternidade

O nascimento em Paris

Medo, nunca mais

Este “cante” que nos aproxima

O “cante”, a alma do Alentejo

Agradecimentos

Entrevistas

Bibliografia




OS AUTORES:

Jean Lemaître nasceu em 1954. Jornalista-escritor e professor na IHECS (Institut des Hautes Études des
Communications Sociales) de Bruxelas, é autor de “C’est un joli nom, camarade” (Aden, 2012), já reeditado
várias vezes. O seu próximo livro é um romance: “La révolte des gilles de Binche”. Em 1994, recebeu o Prémio
especial de jornalismo social, atribuído pela Fondation Roi Baudouin. Portugal tornou-se a sua segunda pátria.

Mercedes Guerreiro nasceu em 1961. Licenciada em jornalismo pela Universidade Livre de Bruxelas. Jornalista e co-fundadora da Rádio Tentativa, a primeira rádio portuguesa da Bélgica. Em 1987, regressa a Portugal, onde trabalha como jornalista/tradutora. 
Especialista e formadora em comunicação, foi senior account na agência internacional de comunicação CNEP/Hill and Knowlton, e criou os Gabinetes de Comunicação da AMI-Assistência Médica Internacional e da Câmara Municipal de Aljustrel, sua terra natal, onde ainda hoje se mantém.

Detalhes:

Ano: 2014
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 128
Formato: 16x23
ISBN: 978‐989‐689‐398‐9
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2017
E ANICETO VEM À LUZ, da autoria de Joseia Matos Mira
LANÇAMENTO: Dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Palácio Galveias, em Lisboa. Apresentação: Fernando Couto e Santos

28/11/2017
CONVERSAS SOBRE HISTÓRIA DA MÚSICA, da autoria de Jorge Costa Pinto
LANÇAMENTO: dia 28 de Novembro de 2017 (3.ª feira), entre as 11h30 e as 12h30, na Salão Nobre Academia Sénior, na Parede

27/11/2017
ROMEU CORREIA, com coordenação de Edite Simões Condeixa
LANÇAMENTO: Dia 27 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Apresentação: Vitor Fernandes – poeta e romancista

25/11/2017
ANTÓNIO MARIA LISBOA – Eterno Amoroso, da autoria de Joana Lima
LANÇAMENTO: dia 25 de Novembro de 2017 (sábado), às 17h00, na Livraria Letra Livre, Galeria Zé dos Bois, em Lisboa

20/11/2017
JOÃO INOCÊNCIO CAMACHO DE FREITAS, da autoria de João Abel de Freitas
APRESENTAÇÃO: Dia 20 de Novembro de 2017 (2.ª feira), às 18h00, Auditório da Reitoria da Universidade da Madeira. Apresentação – Marcelino de Castro (Director da Revista Islenha)

18/11/2017
ANGOLA – O 4 de Fevereiro de 1961 em Luanda e Outras Memórias, da autoria de César Gomes
LANÇAMENTO: dia 18 de Novembro de 2017 (sábado), às 15h30, Auditório do Hotel Solverde, Granja (Espinho)

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99