O Nacionalismo Político São Tomense

Volume 2




Recomendar livro a um amigo

Sinopse:

Após luta titânica desenvolvida durante vários séculos contra diferentes tipos de oponentes (designadamente humanos, geográficos, financeiros, organizacionais e comunicacionais), o povo de São Tomé e Príncipe conquistou no dia 12 de Julho de 1975 a soberania por que tanto ansiava, libertando-se do jugo político exercido por sucessivos governos portugueses. Tratou-se, sem dúvida, de um feito histórico, inexcedível, realizado por diversas organizações políticas, económicas, sociais, culturais, etc., bem como por muitos políticos, intelectuais e artistas dominados pelo amor à nação. Era, pois, imprescindível que tal empresa histórica fosse devidamente interpretada, para que as gerações presente e futuras possam conhecer diferentes vectores axiais que suportaram a emancipação política de São Tomé e Príncipe. Luta, de resto, patenteada nesta reflexão intitulada O Nacionalismo Político São-tomense.

Índice:

Biografias
Notas
Documentos

O AUTOR:
Carlos Espírito Santo nasceu a 17 de Abril de 1952 na ilha de São Tomé. É licenciado em Filosofia pela Universidade de Lisboa, Mestre em Literaturas Brasileira e Africanas de Língua Portuguesa pela mesma Universidade e doutorado em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade do Porto. Foi professor catedrático na Universidade Moderna de Lisboa e após ter regressado a São Tomé e Príncipe professor visitante na mesma Universidade. Publicou várias obras, com destaque para: Poesia do Colonialismo, Lisboa, África, 1978; A Coroa do Mar, Lisboa, Cooperação, 1998; Tipologias do Conto Maravilhoso Africano, Lisboa, Cooperação, 2000; «Prefácio, Organização e Notas» de Poemas, de Herculano Levy, Lisboa, Cooperação, 2000; Torre de Razão, 2 vols., Lisboa, Cooperação, 2000; Almas de Elite Santomenses, Lisboa, Cooperação, 2000; Esperança, Utopia e Narcisismo nas Literaturas Africanas, Lisboa, Cooperação, 2000; Aires Menezes – O Leão, Lisboa, Cooperação, 2001; Enciclopédia Fundamental de São Tomé e Príncipe,
Lisboa, Cooperação, 2001; A Guerra da Trindade, Lisboa, Cooperação, 2003.

Detalhes:

Ano: 2012
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 584
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-194-7
Comentários de utilizadores

Não existem Comentários


Adicionar Comentário
carrinho de compras
notícias
28/11/2014
A REVOLUÇÃO DE ABRIL — Praças da Armada
APRESENTAÇÃO: 28 de novembro (6.ª feira), às 21h00, no auditório da Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira. Com a presença de Vítor Dias. No final "Canções de Abril" cantadas por Francisco Fanhais

27/11/2014
Estudos Gerais Universitários de Angola 50 anos – História e Memórias, coordenação de Marília Teixeira de Sousa
LANÇAMENTO: dia 27 de novembro (5.ª feira), às 18h00, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa

26/11/2014
A RÁDIO EM PORTUGAL – “Sempre no Ar, Sempre Consigo”, de Rogério Santos
LANÇAMENTO: Dia 26 de Novembro (4.ª feira), às 18h30, na Sociedade Portuguesa de Autores, em Lisboa. Apresentação de Adelino Gomes

25/11/2014
O que disparo em verso, de Inácio Rebelo de Andrade
LANÇAMENTO: Dia 25 de Novembro (3.ª feira), às 18h00, na Biblioteca Nacional de Portugal, Lisboa

18/11/2014
PARABÉNS a Fernando Branco Correia!
A Academia Portuguesa da História atribuiu ao livro ELVAS NA IDADE MÉDIA o Prémio Prof. Doutor Pedro da Cunha e Serra

29/07/2013
Colibri no Facebook
A nossa página no Facebook www.facebook.com/EdicoesColibri

31/05/2013
CONTACTO
Contacto telefónico 21 931 74 99